PremiumBruxelas avalia Portugal com abrandamento a preocupar

Comissão Europeia divulga esta semana as conclusões da 10ª visita pós-programa, soube o Jornal Económico. Eurogrupo também debate situação portuguesa.

A Comissão Europeia divulga esta semana as conclusões da 10.ª missão pós-programa de assistência económica, soube o Jornal Económico. A capacidade de resistência da economia nacional face à desaceleração económica na Europa é um dos pontos a abordar na avaliação, já que o abrandamento da zona euro intensificou-se desde a visita dos técnicos de Bruxelas, em junho.

Com a divulgação do relatório, a reunião do Eurogrupo marcada para quarta-feira também irá debater a situação portuguesa. A agenda do encontro confirma que o relatório da 10.ª avaliação será discutido.

Embora a Comissão deva insistir novamente na necessidade de uma consolidação orçamental estrutural, como o Governo está perto de atingir ou mesmo superar a meta de 0,2% do défice não deverá haver reparos de maior na frente orçamental. Mas os potenciais impactos do abrandamento económico europeu serão alvo da análise, dada a deterioração do ambiente externo do país. No final da visita de junho, o breve comunicado da missão já revelava que essa era já uma das preocupações dos técnicos da Comissão.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

5G: Começou hoje a segunda fase da migração das frequências da TDT

A segunda fase da alteração da rede de emissores da televisão digital terrestre (TDT) arrancou esta segunda-feira, 24 de fevereiro, em Vila Nova de São Bento, no concelho de Serpa, um passo essencial para a implementação da quinta geração móvel (5G).

EUA: coronavírus não prejudica, por enquanto, a ‘phase 1’ do acordo comercial com a China

O secretário do tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, reconhece que o coronavírus pode atrasar o início das negociações sobre o aprofundamento do acordo comercial com Pequim, mas garantiu não estar preocupado com esse cenário.
catarina_martins_bloco_esquerda_legislativas_1

BE quer subsídio de alimentação da Função Pública como referência para o setor privado

A medida consta de um projeto de lei apresentado pelos bloquistas, que visa que o subsídio diário de alimentação dos trabalhadores do setor privado não seja inferior ao que definido para os trabalhadores da Administração Pública.
Comentários