Bruxelas dá luz verde à compra da SIVA pela Porsche

Bruxelas concluiu que a proposta da Porsche não levanta quaisquer problemas de concorrência.

A Comissão Europeia autorizou esta quarta-feira, 24 de julho, a aquisição das portuguesas SIVA e Soauto pela austríaca Porsche Holdings, um negócio que tinha sido anunciado em maio.

Segundo um comunicado do executivo comunitário, a Porshe Holding Salzburg vai assumir o controlo total da Sociedade de Importação de Veículos Automóveis S.A. (SIVA), que comercializa as marcas Volkswagen, Audi e Skoda, e da Soauto SGPS S.A.

A Porsche Holding Salzburg é controlada pelo Grupo Volkswagen, que, tal como as empresas agora formalmente adquiridas em Portugal, integram o mercado grossista e a retalho de veículos de passageiros, equipamentos e peças, bem como serviços de reparação.

Bruxelas concluiu que a proposta da Porsche não levanta quaisquer problemas de concorrência.

Relacionadas

É oficial: já há acordo para a Porsche comprar a SIVA por 1 euro

A SIVA vai ser vendida aos alemães da Porsche Holding, a distribuidora de automóveis do grupo Volkswagen. A operação também foi aceite pelo BCP, pela CGD e pelo Novo Banco, que são credores da SAG e da SIVA. João Pereira Coutinho lança uma OPA sobre a SAG, para tirar empresa de bolsa.

Compra da SIVA pela Porsche: Banca perdoa 116 milhões

A operação da venda da SIVA só se tornou possível depois de a banca ter perdoado 16.049.634 de euros de dívida bancária à SAG e 100 milhões à SIVA, decorrentes de dois processos especiais de revitalização com o apoio dos bancos credores.

PremiumPorsche assume menos de 100 milhões de dívida bancária na SIVA

Além de pagar um euro por nove firmas da SAG, entre as quais a SIVA, que importa carros da Volkswagen, a Porsche assume a dívida bancária remanescente.

Porsche quer assumir gestão da SIVA até ao fim do ano

“A médio prazo, Portugal irá ser uma das nossas maiores operações de importação com cerca de 30.000 novos veículos por ano”, disse o CEO da Porsche Holding Salzburg, Hans Peter Schützinger.
Recomendadas

PremiumRangel Pharma vai investir mais 12 milhões de euros

Após dez anos de atividade na logística farmacêutica, Nuno Rangel, CEO do Grupo Rangel, revela um plano de investimentos a cinco anos para quase duplicar a área de armazenagem e criar mais 130 empregos em Portugal.

PremiumCEO da Unicre: “Depois do Porto, estamos em conversas para pagamento ‘contactless’ nos transportes em Lisboa”

Pioneira nos cartões de crédito em Portugal, a Unicre lança um ‘rebranding’ para salientar a base digital, atrair clientes jovens e abrir portas a mercados internacionais, revela o presidente da empresa, João Baptista Leite.

PremiumTesla tem bateria de sobra para dar mais energia às ações

Em 2020, os títulos da Tesla já valorizaram mais 36%. Ao Jornal Económico, o banco de investimento Jefferies explica que a elétrica de Elon Musk tem muito mais para dar para além dos carros.
Comentários