Cabo Verde declara emergência e interdita voos de Portugal e outros países europeus

Ulisses Correia e Silva anunciou a declaração da situação de emergência, ao nível da proteção civil. Cabo Verde ainda não conta com casos confirmados de coronavírus.

Rodrigo Antunes / Lusa

O primeiro-ministro cabo-verdiano anunciou hoje a interdição dos aeroportos de Cabo Verde, a partir de quarta-feira, a todos os voos provenientes de Portugal e restantes países europeus afetados pela pandemia de Covid-19, declarando a situação de emergência.

Num encontro com a sociedade civil, na Praia, sobre a pandemia de Covid-19, que em Cabo Verde ainda não registou qualquer caso confirmado, Ulisses Correia e Silva anunciou a declaração da situação de emergência, ao nível da proteção civil.

Além de Portugal, a interdição às ligações aéreas que entram em vigor a partir de quarta-feira afetam ainda os voos provenientes do Brasil, Estados Unidos da América, Senegal e Nigéria.

A interdição vai vigorar, pelo menos, nas próximas três semanas, adiantou o primeiro-ministro.

Recomendadas

Economia cabo-verdiana cresceu 5,7% no quarto trimestre de 2019

A evolução homóloga do PIB de Cabo Verde resultou do maior contributo das despesas do consumo final e das exportações.

Transinsular é o primeiro armador nacional a retomar ligações diretas com Cabo Verde

Trata-se de um serviço regular direto (sem transbordo) com frequência quinzenal, desde Portugal (Lisboa e Leixões) para a Praia e Mindelo, que terá conexão com o serviço Atobá Interilhas, com serviço regular para as ilhas do Sal e Boavista. Vai arrancar no próximo sábado, dia 11 de abril.

China faz remodelação no Auditório Nacional em Cabo Verde

Situado no centro da cidade da Praia, é uma das salas de espetáculos do país. Adilson Gomes avançou que a conclusão da primeira fase das obras estava prevista para finais de junho.
Comentários