Caloiros da Católica-Lisbon aprendem a apanhar batatas

A praxe solidária é uma tradição da escola e consiste em levar os caloiros à Golegã para um dia solidário.

Trocaram a sala de aula pelos campos agrícolas da Golegã, onde de mangas arregaçadas lançaram mãos à obra: apanhar aquelas batatas que ficam por recolher, sendo muitas vezes desaproveitadas. Este foi o repto lançado pela Católica Lisbon School of Business & Economics aos alunos que iniciam as suas licenciaturas em Economia e Gestão.

O Dia Solidário vivido esta quarta-feira, 4 de setembro, pretende ser uma alternativa às praxes tradicionais, tendo como objetivo contribuir para a integração dos novos alunos nos valores e espírito solidário da Católica-Lisbon.

Esta iniciativa de Combate ao Desperdício Alimentar é já uma tradição da escola. Nesta 5.ª edição, mais de 300 caloiros tentaram ultrapassar a fasquia do ano passado: mais de quatro toneladas de restolho para entregar aos bancos alimentares da Golegã.

O Global Entrepreneurship Monitor de 2016 (dados mais recentes), maior inquérito mundial na área do empreendedorismo, revela que 3,2% da população portuguesa em idade ativa, num total de cerca de 160 mil pessoas, está a lançar organizações de missão social.  Segundo a Católica-Lisbon, “destes 160 mil potenciais empreendedores sociais são jovens que procuram desenvolver uma carreira que alie a sustentabilidade económica a uma vida com significado e impacto ao serviço da sociedade”.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Nuno Crato: “Ensino profissionalizante atrai quase 50% dos jovens que estudam no secundário, o que é muito importante”

O ex-ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, em mais uma sessão de ‘Fim de Tarde na SEDES com Quem Sabe’, abordou o tema “O que importa e o que não importa em educação”, destacando a relevância do ensino profissionalizante e a melhoria de Portugal nos indicadores de abandono escolar. O Jornal Económico foi media partner nesta iniciativa da SEDES.

PremiumAprender liderança e gestão da felicidade no ISAG

Esta ‘business school’ privada do Porto vai lançar um programa que visa responder à nova realidade social, empresarial e laboral. Dirige-se preferencialmente a gestores, executivos e quadros de topo das empresas. As inscrições já abriram.

Banco Santander lança 2500 bolsas para formação no MIT. Portugueses podem concorrer

As bolsas destinam-se a estudantes universitários ou recém-graduados de 14 países. Em causa está uma formação especializada em transformação digital.
Comentários