Câmara de Cascais interdita acesso ao paredão marítimo até fim do estado de emergência

A interdição do paredão marítimo de Cascais junta-se assim a outra medida já aplicada pelo município e que consiste no encerramento dos estacionamentos municipais junto às praias do concelho.

Carlos Carreiras deu conta de ter assinado um despacho que dita a interdição do acesso ao paredão marítimo de Cascais à população em geral. A medida anunciada esta quarta-feira, 25 de março, através da sua página no Facebook e foi tomada como parte do plano de combate ao surto do coronavírus, estando “em vigor enquanto vigorar o estado de emergência”. Interdição ao paredão impede igualmente o acesso às praias localizadas naquele perímetro.

No despacho assinado, o autarca lembra que “se torna imperativo o isolamento social para conter a transmissão do vírus, evitando o contacto próximo entre pessoas e a respetiva movimentação e circulação”, algo que no entender do município cascalense exige a tomada de “medidas excecionais” como esta.

A interdição surge depois de o paredão marítimo de Cascais continuar a ser o cenário escolhido por várias pessoas para os seus momentos de lazer e exercício físico ao ar livre, levando à aglomeração de pessoas naquela zona.

Todos os acessos ao paredão marítimo foram isolados, com a Polícia Municipal a colocar barreiras, nas quais alerta, em português e inglês de que “o acesso e circulação no passeio marítimo encontra-se interdito”.

A interdição do paredão marítimo de Cascais junta-se assim a outra medida já aplicada pelo município e que consiste no encerramento dos estacionamentos municipais junto às praias do concelho.

A medida do chefe do executivo cascalense insere-se no âmbito do pacote de medidas de prevenção e contenção do Covid19 no concelho.

Nesta terça-feira, 24 de março, também o município de Mafra anunciou que está encerrado o acesso às praias da concelhia, incluindo os parques de estacionamento confinantes.

Ler mais

Recomendadas

Diretores de jornais e revistas lançam apelo: diga não à pirataria

Numa iniciativa inédita, os diretores dos principais jornais e revistas de Portugal juntaram-se num apelo conjunto aos leitores para que digam não à pirataria. O jornalismo de qualidade só será viável se tiver o apoio dos seus leitores.

Mais de 80% dos pacientes infetados com Covid-19 estão a recuperar em casa

Segundo os dados hoje divulgados, existem 1.124 profissionais de saúde infetados pelo novo coronavírus (Covid-19) em Portugal.

Recorde. 10 milhões de norte-americanos perderam o seu emprego em duas semanas

Número semanal de pedidos de desemprego bate um recorde pela segunda semana consecutiva, atingindo os 6,6 milhões de trabalhadores. Em duas semanas, 10 milhões de norte-americanos perderam o seu emprego devido à pandemia da Covid-19.
Comentários