Carlos Moedas inicia visita a Cabo Verde com o mar na agenda

O comissário da União Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, inicia esta quarta-feirauma visita a Cabo Verde, onde assinará com o Governo cabo-verdiano um documento que reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica.

Cristina Bernardo

O comissário da União Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, inicia esta quarta-feirauma visita a Cabo Verde, onde assinará com o Governo cabo-verdiano um documento que reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica.

A vista de três dias de Carlos Moedas a Cabo Verde, a convite do primeiro-ministro deste país, vai decorrer nas ilhas de Santiago e São Vicente.

O comissário participa hoje na abertura oficial do Seminário sobre o Horizonte 2020, na sede da delegação da União Europeia, na cidade da Praia, ilha de Santiago.

Trata-se de um encontro que “visa capacitar investigadores cabo-verdianos para a participação em projetos europeus ligados à investigação”, segundo informação da delegação da União Europeia em Cabo Verde.

Ainda hoje, Carlos Moedas terá um encontro com o chefe de Governo, seguido de várias visitas a outros órgãos de soberania, instituições científicas e empresas tecnológicas.

Na quinta-feira, já no Mindelo, ilha de São Vicente, o comissário português vai participar na abertura da conferência ministerial de alto nível “O nosso oceano atlântico para o crescimento e bem-estar”.

À margem deste evento está prevista a assinatura, com o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, um documento-quadro para a Cooperação e Investigação Marinha.

O documento “reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica no contexto da cooperação com o Atlântico Sul”.

No mesmo dia, e juntamente com o primeiro-ministro de Cabo Verde, Carlos Moedas irá participar na CV Next Initiative, na Praia de Laginha.

A visita do comissário coincide com a organização da Ocean Week que terá lugar em Mindelo de quarta a sexta-feira e que contará com eventos internacionais centrados no desenvolvimento da economia azul.

O comissário Carlos Moedas participará ainda na Ocean Week de Cabo Verde na sexta-feira.

Ler mais
Relacionadas

Cabo Verde considera acordo de pesca com a Europa o melhor de sempre

O primeiro-ministro cabo-verdiano considero o novo acordo de pescas assinado, na última sexta-feira, entre Cabo Verde e a União Europeia, para um período de cinco anos, o melhor de sempre. Além disso, nunciou que o comissário europeu Carlos Moedas estará em Cabo-Verde, no próximo mês de novembro, para analisar com as autoridades nacionais questões sobre a economia marítima e como desenvolver ainda mais a parceria com a União Europeia.
Recomendadas

Ministério Público de Cabo Verde investiga 80 casos de possíveis casamentos por conveniência

Óscar Tavares confirmou que há denúncias sobre cabo-verdianos que têm casado com cidadãos de nacionalidade europeia para obtenção de vistos, que, em outubro passado, recebeu 73 participações do Centro Comum de Visto para investigar.

Estudantes de língua portuguesa no exterior pedem apoio da CPLP

A Federação dos Estudantes de Língua Portuguesa no Exterior pediu o apoio da CPLP na criação das condições para que os estudantes da comunidade “estudem com qualidade nos seus países de origem”, nomeadamente no ensino básico.

Nove empresas entram no capital do transporte marítimo de Cabo Verde

Um grupo de nove armadores (Cabo Verde Fast Ferry, Polaris, Adriano Lima, Verdemar, Santa Luzia Salvamento Marítimo, Jô Santos & David, União de Transportes Marítimos, Oceanomade e Aliseu) assumiu 49% do capital social da Inter-ilhas, que tem como sócio maioritário a portuguesa Transinsular.
Comentários