Carlos Moedas inicia visita a Cabo Verde com o mar na agenda

O comissário da União Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, inicia esta quarta-feirauma visita a Cabo Verde, onde assinará com o Governo cabo-verdiano um documento que reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica.

Cristina Bernardo

O comissário da União Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação, Carlos Moedas, inicia esta quarta-feirauma visita a Cabo Verde, onde assinará com o Governo cabo-verdiano um documento que reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica.

A vista de três dias de Carlos Moedas a Cabo Verde, a convite do primeiro-ministro deste país, vai decorrer nas ilhas de Santiago e São Vicente.

O comissário participa hoje na abertura oficial do Seminário sobre o Horizonte 2020, na sede da delegação da União Europeia, na cidade da Praia, ilha de Santiago.

Trata-se de um encontro que “visa capacitar investigadores cabo-verdianos para a participação em projetos europeus ligados à investigação”, segundo informação da delegação da União Europeia em Cabo Verde.

Ainda hoje, Carlos Moedas terá um encontro com o chefe de Governo, seguido de várias visitas a outros órgãos de soberania, instituições científicas e empresas tecnológicas.

Na quinta-feira, já no Mindelo, ilha de São Vicente, o comissário português vai participar na abertura da conferência ministerial de alto nível “O nosso oceano atlântico para o crescimento e bem-estar”.

À margem deste evento está prevista a assinatura, com o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, um documento-quadro para a Cooperação e Investigação Marinha.

O documento “reconhece e estimula a investigação marinha e oceânica no contexto da cooperação com o Atlântico Sul”.

No mesmo dia, e juntamente com o primeiro-ministro de Cabo Verde, Carlos Moedas irá participar na CV Next Initiative, na Praia de Laginha.

A visita do comissário coincide com a organização da Ocean Week que terá lugar em Mindelo de quarta a sexta-feira e que contará com eventos internacionais centrados no desenvolvimento da economia azul.

O comissário Carlos Moedas participará ainda na Ocean Week de Cabo Verde na sexta-feira.

Ler mais
Relacionadas

Cabo Verde considera acordo de pesca com a Europa o melhor de sempre

O primeiro-ministro cabo-verdiano considero o novo acordo de pescas assinado, na última sexta-feira, entre Cabo Verde e a União Europeia, para um período de cinco anos, o melhor de sempre. Além disso, nunciou que o comissário europeu Carlos Moedas estará em Cabo-Verde, no próximo mês de novembro, para analisar com as autoridades nacionais questões sobre a economia marítima e como desenvolver ainda mais a parceria com a União Europeia.
Recomendadas

Governo cabo-verdiano afasta problema de gestão nos aeroportos após rotura de combustíveis na Ilha do Sal

O ‘jet fuel’ afetou aviões que fizeram escala técnica na ilha no final da semana passada.

UE tem 2,5 milhões de euros para desenvolvimento sustentável e inclusão social em Cabo Verde

“Vamos ter em conta as propostas apresentadas, as temáticas tratadas, o trabalho já feito pelas organizações que vão apresentar estes projetos, a viabilidade e a sustentabilidade desses projetos, uma vez terminado o potencial financiamento”, disse Sofia Moreira de Sousa, embaixadora da União Europeia em Cabo Verde.

Bolsa de Valores de Cabo Verde sugere união dos Fundos do Ambiente, Turismo e Rodoviário

Emanuel Lima considera que esta pode ser a solução para grandes investimentos em Cabo Verde.
Comentários