Carros Autónomos da Uber avaliados em 7,25 mil milhões de dólares

Um grupo consórcio investiu mil milhões de dólares na Advanced Technologies Group, a divisão de carros autónomos da Uber. Com este capital levantado, a Advanced Technologies Group foi avaliada em 7,25 mil milhões de dólares.

A Uber captou um investimento de mil milhões de dólares (cerca 890 milhões de euros) para desenvolver a tecnologia para o departamento de carros autónomos junto de um consórcio de investidores que avaliaram esta unidade da empresa em 7,25 mil milhões de dólares (6,44 mil milhões de euros).

A Advanced Technologies Group, o departamento da Uber que está encarregue de desenvolver os carros autónomos, obteve o apoio financeiro de 333 milhões de dólares do Vision Fund, o fundo de investimento focado em tecnologias detido pelo japonês SoftBank, e 667 milhões em conjunto da Toyota e da fornecedora de componentes de veículos, Denso Corp.

Segundo a agência “Reuters”, a Toyota, que já tinha investido na Uber, vai investir mais 300 milhões nos próximos três anos para cobrir os custos da produção de carros autónomos destinados a ser colocados no mercado.

Em março, no prospeto de entrada em bolsa, a Uber acautelou os investidores ao anunciar que a tecnologia para a automação é cara e que poderá não se traduzir num sucesso. A Uber informou ainda os investidores que, no que diz respeito a esta tecnologia, se encontrar passos atrás da concorrência.

Os carros autónomos, no ano passado, ‘sugaram’ à Uber mais de três mil milhões de dólares em receitas.

A Advanced Technologies Group é agora uma pessoa coletiva independente da Uber, mas permanece no controlo da Uber, lê-se na publicação. O board da Advanced Techologies Group será composto por seis administradores nomeados pela Uber, um administrador do SoftBank e um da Toyota. Eric Meyhofer, até agora o responsável máximo da Advanced Technologies Group, será o CEO e será responsável perante o novo board.

Ler mais
Relacionadas

Uber, Kapten, Bolt, Cabify e MyTaxi: como pagar e utilizar?

Já lá vai o tempo em que pegava no telefone e ligava para chamar um táxi. Aplicações como a Uber, Bolt, Cabify, Kapten e MyTaxi chegaram ao mercado para revolucionar o setor do transporte de passageiros. Conheça toda a oferta de mercado, saiba como utilizar cada uma e quais os meios de pagamento aceites.

Uber prepara entrada em bolsa no valor de 10 mil milhões de dólares

Está a chegar o maior IPO do ano. A empresa de transporte de passageiros quer começar a negociar no próximo mês de maio e vai entregar o registo ao regulador do mercado norte-americano já amanhã.

Uber torna-se parceira oficial de mobilidade de Benfica e Sporting

As viagens nos dias 30 de março para o estádio da Luz e 3 de abril para o estádio de Alvalade terão um desconto de 50% até cinco euros para os adeptos.
Recomendadas

Efeitos da pandemia da Covid-19 leva vendas da Henkel a cair 6%, para 9,5 mil milhões de euros no primeiro semestre de 2020

O lucro antes de juros e imposto sobre os rendimentos (EBIT), ou lucro operacional ajustado, fixou-se nos 1.191 milhões de euros entre janeiro e junho, o que se traduz num tombo de 27,5% face a igual período de 2019. A margem EBIT ajustada foi de 12,6%.

Coca-Cola regista perdas de 48% no mercado ibérico no segundo trimestre

A empresa de bebidas teve uma receita de 338 milhões de euros na sua divisão ibérica que engloba os territórios de Espanha, Portugal e Andorra. A faturação foi de 917 milhões, menos 28,5% do que o verificado no primeiro semestre do ano passado.

Porto de Leixões investe 13,5 milhões de euros em rebocadores de 70 toneladas de força de tração

Estes novos rebocadores vão substituir outros dois com mais de 40 anos e estão em linha com a estratégia de descarbonização que a administração portuária tem vindo a desenvolver nos portos sob sua jurisdição.
Comentários