CDS apoia candidatura de Suzana Garcia

Segundo Amélia Mestre, Presidente do CDS Amadora, “a candidatura de Suzana Garcia está a gerar uma onda de esperança e entusiasmo como há muito não se via na Amadora”.

A Comissão Política Concelhia do CDS aprovou o apoio à candidatura de Suzana Garcia à presidência da Câmara Municipal da Amadora.

Amélia Mestre, presidente do CDS Amadora, considera que “a candidatura de Suzana Garcia está a gerar uma onda de esperança e entusiasmo como há muito não se via na Amadora”. Daí os ataques e a indisfarçável preocupação da elite de esquerda, que se julga dona da cidade e dos votos dos amadorenses”, diz.

“A verdade é que o PS pensava que a vitória estava garantida e, por isso, desleixou-se, desistiu de cuidar da Amadora. Esse tempo acabou”, frisou Amélia Mestre. A Câmara Municipal da Amadora tem como presidente a socialista Carla Maria Nunes Tavares.

Para o CDS-PP, “ao mesmo tempo que acumula mais de 100 milhões de euros em contas bancárias a prazo, fruto do excesso de impostos que cobra às famílias e às empresas, a gestão autárquica socialista mostra-se esgotada, sem ideias, incapaz de resolver os problemas estruturais que afetam o concelho”.

O CDS-PP junta-se assim ao PSD que a 7 de abril aprovou a candidatura da advogada e ex-comentadora televisiva Suzana Garcia à Câmara Municipal da Amadora. Entretanto, a candidatura de Suzana Garcia já teve destaque pelas suas declarações durante entrevista a Manuel Luís Goucha. A advogada defende que o Bloco de Esquerda (BE) devia ser exterminado.

Relacionadas

“Espero mesmo que o Bloco de Esquerda seja exterminado”, diz Suzana Garcia (com áudio)

Durante entrevista a candidata do PSD à Câmara de Amadora considerou ainda as ideias do Bloco de Esquerda como “extremas” e “asquerosas”. Bloquistas já criticaram as declarações da advogada.

Suzana Garcia. PSD Amadora diz que está a trabalhar numa coligação com o CDS

A Comissão Política da Secção da Amadora do PSD “dará início às conversações com vista ao estabelecimento de uma coligação eleitoral com o CDS, e outros partidos políticos disponíveis para trilhar um caminho de mudança”.
Recomendadas

Portugal entrega vacinas a Cabo Verde e acelera calendário para lusófonos – Santos Silva

“O nosso compromisso político, que assumimos em fevereiro, de destinar pelo menos 5% das vacinas a que temos direitos ao abrigo da contratação pública europeia, para os países lusófonos africanos e para Timor-Leste, começa a ser cumprida com a antecipação do calendário”, afirmou Augusto Santos Silva.

Autárquicas: Rio diz que eleições deste ano são muito importantes para o PSD

O líder dos sociais-democratas, que falava no Porto na cerimónia descrita em agenda como de apresentação do programa do candidato do PSD a este concelho, garantiu que a direção nacional do partido “empenhou-se a sério na escolha dos candidatos às autarquias, em todas as autarquias sem exceção”, frisando que “um bom candidato não é apenas aquele que é conhecido do grande público porque aparece na televisão”.

PSD quer ouvir António Mendonça Mendes e diretora-geral da AT sobre “ato persecutório” no Fisco

Em causa está a abertura de um inquérito disciplinar ao trabalhador do Fisco que denunciou o “negócio ruinoso” da venda das barragens da EDP no Douro. Os social-democratas consideram que se trata de um “ato de natureza persecutória” e pedem esclarecimentos ao Governo e à Autoridade Tributária e Aduaneira.
Comentários