CDS-PP Lisboa quer isenção de taxa turística para estudantes residentes em hostels

Proposta dos vereadores centristas vai a votos na reunião camarária desta quinta-feira. Caso seja aprovada levará à poupança de dois euros por cada noite dormida.

Os vereadores do CDS-PP na Câmara de Lisboa vão apresentar uma proposta na reunião de câmara desta quinta-feira para que os estudantes inscritos em estabelecimentos de ensino da cidade que residam em hostels ou alojamentos similares tenham isenção da taxa municipal turística de dormida.

A alteração proposta pelos centristas ao Regulamento Geral de Taxas, Preços e Outras Receitas do Município de Lisboa vem no seguimento de outra, aprovada no ano passado por iniciativa dos vereadores socialistas, que passou a reconhecer isenção aos hóspedes cuja estada em Lisboa seja motivada pela necessidade de obter serviços médicos. Nesse caso a isenção ocorre pelos dias necessários ao tratamento, acrescidos de uma dormida, estendendo-se a uma pessoa que faça o acompanhamento do doente, mesmo que este não pernoite, por razões de saúde, no mesmo estabelecimento.

Os vereadores do CDS-PP consideram que a Câmara de Lisboa está a excluir “uma realidade que se tem vindo a revelar incontornável”, que é a existência de um “número significativo de estudantes, nomeadamente universitários, oriundos de todo o país que, por carência de resposta habitacional adequada, nomeadamente em termos de residências para estudantes ou similares, se veem na contingência de habitar em hostels ou alojamentos similares”, os quais se encontram sujeitos ao pagamento diário de dois euros, atingindo-se “valores incomportáveis” para os seus orçamentos familiares.

A ser aprovada, a isenção diz respeito a estudantes inscritos em estabelecimentos de ensino de Lisboa que residam em hostels ou alojamentos similares da cidade com carácter de continuidade. Ou seja, pelo menos quatro dias por semana durante o período letivo.

Recomendadas

Bloco de Esquerda questiona Governo sobre impacto da poluição do Aeroporto Humberto Delgado

Os bloquistas querem saber que medidas estão previstas para mitigar os efeitos da poluição atmosférica, numa altura em que se prevê o tráfego aéreo aumente para os 72 aviões por hora, mais do que um por minuto.

PSD quer audição urgente de Mário Centeno no Parlamento devido a alteração nas PPP

Deputados sociais-democratas da Comissão de Orçamento e Finanças querem ouvir ministro das Finanças por estarem preocupados com “diminuição da transparência” na constituição de parcerias público-privadas.

Passes, energia renovável e eficiência. Os truques de Medina para combater as alterações climáticas

“Olhando para os dados, os últimos anos foram os mais quentes de que há registo”, afirmando que esta é uma das realidades mais visíveis no nosso país, que tem enfrentado secas extremas, incêndios e cheias.
Comentários