CDU quer preservar Mercado dos Lavradores para promoção de produtos regionais

A candidatura da CDU ao Parlamento Europeu destacou a agricultura como uma área com “importância estratégica para a produção regional”. Ricardo Lume referiu que o partido é o “garantir da defesa dos interesses regionais” onde se inclui a defesa da produção e da soberania alimentar.

Numa ação de campanha para as eleições europeias a CDU apelou à preservação do Mercado dos Lavradores enquanto pólo de escoamento e promoção dos produtos regionais.

Os candidatos ao Parlamento Europeu, Mariana Silva e Ricardo Lume, destacaram a agricultura como uma área com “importância estratégica” para a produção regional e ainda para a “qualidade de vida e para a soberania alimentar” e coesão económica e social da nossa Região.

Numa visita aos agricultores e vendedores do Mercado do Lavradores Ricardo Lume voltou a reforçar que um voto na CDU é garantir a defesa dos interesses regionais onde se inclui “a defesa da produção e da soberania alimentar”.

Recomendadas

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.

Aliança quer eleger cidadãos e não políticos de profissão

O candidato refere que em sede de parlamento tudo é negociável e que o seu compromisso é fazer cumprir o programa de governo, mas que não tem pretensões de ir para governo, “a não ser que ganhemos as eleições”.
Comentários