China faz remodelação no Auditório Nacional em Cabo Verde

Situado no centro da cidade da Praia, é uma das salas de espetáculos do país. Adilson Gomes avançou que a conclusão da primeira fase das obras estava prevista para finais de junho.

O Auditório Nacional de Cabo Verde, na cidade da Praia, está a sofrer uma profunda remodelação, realizada pela China, ganhando várias valências para poder receber projetos de toda a comunidade artística cabo-verdiana, segundo fonte oficial.

Em respostas a questões da agência Lusa, o diretor-geral das Artes e das Indústrias Criativas do Ministério da Cultura, Adilson Gomes, referiu que as remodelações no Auditório Nacional estão a acontecer desde outubro do ano passado.

“Passam essencialmente por instalar um novo sistema de ar condicionado e a remodelação de duas salas no primeiro piso, que no futuro poderão vir a ter utilidades várias, trabalhos que já se encontram concluídos e operacionais”, adiantou o responsável governamental, referindo ainda que a remodelação vai abarcar a substituição dos assentos.

“Neste momento, temos a parte do balcão com as cadeiras todas substituídas, num total de 200 cadeiras novas já colocadas. A nível da plateia, os trabalhos tiveram que ser interrompidos por causa do estado de emergência [decretado devido à pandemia de covid-19]. No entanto, na plateia serão cerca de 400 assentos”, indicou ainda Adilson Gomes.

Haverá ainda troca de toda a iluminação do Auditório Nacional, desde candeeiros e lâmpadas na plateia, balcão, ‘foyer’, ‘régies’, bastidores, entradas principais e laterais, arranjo nas casas de banho para o público em geral e a nível dos bastidores. “Estão ainda previstas a pintura do Auditório no exterior e interior e em 2021 a troca dos atuais projetores de iluminação para projetores ‘led’, com menos consumo de eletricidade”, enfatizou o diretor.

Adilson Gomes avançou que a conclusão da primeira fase das obras estava prevista para finais de junho, sendo que a colocação dos assentos, a manutenção das casas de banho e a substituição de toda a iluminação deveria ficar concluída no final deste mês, mas que perante o atual contexto esta previsão terá de ser revista “logo que possível”.

“Além de devolver à cidade da Praia um espaço totalmente remodelado e preparado para receber projetos de toda a comunidade artística cabo-verdiana, mas não só, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas tem como plano dotar o espaço com uma equipa formada por um(a) gestor(a) do espaço e ainda por técnicos residentes, a nível das áreas de palco, iluminação e som”, adiantou.

As obras são realizadas pela China, no âmbito da cooperação existente entre aquele país asiático e o Governo de Cabo Verde, ainda segundo o diretor das Artes e Indústrias Criativas, sem avançar o valor monetário dos trabalhos.

O Auditório Nacional, situado no centro da cidade da Praia, é uma das salas de espetáculos do país, num dos muitos edifícios construídos pela China em Cabo Verde. Há ainda, por exemplo, a Biblioteca Nacional, mesmo ao lado do Auditório Nacional, na Várzea, os Palácios do Governo e da Assembleia Nacional, o Estádio Nacional, e uma barragem no interior da ilha de Santiago, a primeira do país.

Ler mais
Recomendadas

África regista 132 mortos nas últimas 24 horas e totaliza 3.922 óbitos

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nos 54 países analisados foi registada a recuperação de 56.416 doentes, mais 3.002 que no dia anterior.

Cabo Verde reabre em julho a turistas com selo de segurança sanitária

Em comunicado, o Ministério do Turismo e Transportes refere que “o trabalho de preparação do país, enquanto destino turístico, está em curso, por forma a receber os turistas com segurança e tranquilidade”.

Oeiras e AKDN enviam equipamento médico a Cabo Verde

A iniciativa solidária para os PALOP e representa um investimento superior a 700 mil euros.
Comentários