Cinco dicas para fazer compras online em segurança

Fazer compras pela Internet é mais rápido e cómodo para qualquer consumidor. No entanto, de forma a evitar eventuais fraudes, todos os cuidados são poucos. Descubra como realizar compras online em segurança.

Aproximando-se a época natalícia, são cada vez mais os portugueses que optam por fazer compras online para as prendas dos familiares e amigos. Como tal, deixamos algumas dicas e conselhos para poder realizar compras online em segurança, evitando as fraudes e o roubo dos seus dados do cartão de crédito.

Segundo o “Digital Economy and Society Index 2017” apresentado pelo Eurostat, 43% dos portugueses fazem compras online. Este número ainda é baixo, comparativamente com a média europeia (66%), o que demonstra que os portugueses ainda se sentem um pouco reticentes em fornecer os dados do seu cartão de crédito num website.

Deixamos, desde já, uma dica importante: o seu cartão de crédito poderá ter seguros associados que o protegem e permitem fazer compras online em segurança.

1) Analise o website antes de fazer compras online

O primeiro passo na jornada das compras online em segurança é, sem dúvida, analisar o website no qual pretende comprar determinados artigos.

Deverá, então, dar primazia a websites com “HTTPS” no URL, o que significa que os seus dados são encriptados e, como tal, as suas compras online são mais seguras.

Além disso, caso entre num website e lhe for apresentada uma mensagem a informar que a sua ligação não é segura, o melhor será optar por outra loja virtual para efetuar as suas compras online. Esta mensagem demonstra que o website em questão não tem um certificado de segurança (SSL) reconhecido.

Por fim, poderá ainda procurar na Internet por essa loja virtual e perceber se os restantes cibernautas estão ou não satisfeitos com as compras online realizadas nesse website.

2) Prefira comprar através das plataformas mais conhecidas em Portugal

Existem diversas plataformas bem conhecidas pelos portugueses para efetuar compras online. Indicamos-lhe algumas abaixo para poder realizar as suas compras de forma segura.

OLX

Fundado na Argentina em 2006, o OLX é uma das plataformas de compra e venda online mais utilizada no Mundo. Sejam produtos novos ou usados, pode fazer bons negócios, tendo desde imobiliário a tecnologia, livros, serviços, vestuário, perfumes, entre muito outros à venda no website.

O serviço é gratuito e tem a opção de pagar para que o seu anúncio se encontre no topo das pesquisas.

KuantoKusta

Apesar de não poder comprar nada diretamente no website, o KuantoKusta é hoje uma plataforma de comparação de preços líder em Portugal. O serviço dispõe de milhares de artigos relacionados com as mais diversas categorias.

Indique qual o artigo que pretende e a plataforma vai automaticamente gerar em que lojas existe e qual o seu preço.

Standvirtual

O Standvirtual é apresentado como o número um na compra e venda online de carros, mas pode facilmente encontrar motos, barcos, peças em separado, páginas de stands e oficinas, entre outros.

Se está à procura de um veículo e não hesita em comparar os diversos modelos e preços de cada um, aconselhamos a comparar também o financiamento que está à procura, para obter um que seja desenvolvido à sua medida.

Para além disso, se quiser a avaliação de algum produto, o Standvirtual expõe um valor de acordo com a variação de preços dos últimos meses. Quanto ao sistema de pesquisa, este é bastante completo, podendo procurar por detalhes.

Coisas

Tal como o OLX e o Standvirtual, o Coisas é apresentado como o portal número um em vendas e compras online, com mais de 25 milhões de visitas anuais e de 250 milhões de páginas vistas por ano.

O website está dividido por várias categorias que facilitam a procura de produtos, de desporto a tecnologia, de moda a decoração, sempre de forma fácil e a preços atrativos.

La Redoute

A La Redoute é uma espécie de armazém online de roupa e de produtos para casa, no qual estão expostas as últimas tendências de moda aos melhores preços, incluindo algumas das melhores marcas e promoções diárias e sazonais.

Para além disso, o cliente dispõe de quinze dias para trocar ou devolver, de forma gratuita, os artigos que comprou através de uma das muitas formas disponíveis no website.

Wook

Se está à procura de livros para oferecer neste Natal, a Wook é o website certo, possuindo uma panóplia de exemplares com 10%, 30%, 40% e 50% de desconto e de portes grátis.

Com várias formas de pagamento e ainda o cartão Wook Mais, que oferece bónus e descontos, a plataforma dispõe das mais variadas obras para todas as idades.

3) Mais segurança com o 3D Secure

O serviço 3D Secure é gratuito e dá maior segurança às suas compras online. Em resumo, é-lhe enviado um código numérico, a cada compra realizada, por SMS para o telemóvel do titular do cartão de crédito.

Para realizar compras online mais seguras, aconselhamos a ativação deste serviço. Basta fazê-lo através do homebanking da sua instituição financeira, associando o seu número de telemóvel e ativando a credencial SMS Token.

4) O seu cartão de crédito pode ter vantagens nas compras online

Os cartões de crédito podem ter mais vantagens do que está à espera. Para além da possibilidade de ter diversos seguros, incluindo o de proteção contra roubo e fraude com o cartão, é importante saber que estes produtos financeiros têm imensos benefícios que poderá aproveitar durante as suas compras online.

Por exemplo, poderá ter um cartão de crédito que acumula milhas aéreas ou pontos, um que oferece descontos em parceiros ou um que lhe dê, de retorno, uma percentagem do valor gasto através do cashback.

5) Outros métodos de pagamento

Quando se trata de compras online, existem atualmente muitos métodos de pagamento diferentes que pode utilizar consoante a sua preferência. Enumeramos-lhe os mais utilizados.

Transferência bancária

Muitos websites já permitem, como método de pagamento, a realização de uma transferência bancária. Esta poderá ser feita via Internet, pelo seu homebanking, ou no Multibanco mais próximo.

Em algumas lojas virtuais o valor a pagar com transferência bancária é isento de custos de transação, diminuindo o custo total a pagar pelas compras online.

No entanto, por norma, o pagamento via transferência bancária deverá ser feito antes do envio das suas compras.

Envio à cobrança

Os pagamentos contra-entrega, por norma realizados através dos CTT, permitem que os artigos sejam pagos somente no ato da entrega, o que torna todo o processo mais seguro.

No entanto, esta modalidade de pagamento não está disponível em todas as lojas de e-commerce. Além disso, o envio à cobrança costuma implicar custos acrescidos.

Cartão pré-pago

Poderá ainda optar por um cartão pré-pago. Neste caso, todo o processo é igual ao de pagar as suas compras online com o cartão de crédito.

Num cartão pré-pago não existe a necessidade de associar nenhuma conta bancária e este cartão é carregado pelo cliente com o saldo que deseja. Torna-se, então, mais seguro para compras online, pois é possível carregar apenas com o montante total que irá gastar.

Este tipo de cartões não requer uma análise ao nível do rendimento nem do histórico de dívidas do titular e tem normalmente um limite de utilização para evitar fraudes nas transações. Deste modo, apenas é necessário que o cliente comunique com a instituição financeira para adquirir o cartão pré-pago.

Todavia, alguns cartões pré-pagos requerem o pagamento de uma comissão pelo seu carregamento e podem inclusive ter custos de inatividade (ou seja, poderá ter de pagar uma comissão se não utilizar o cartão durante algum tempo).

PayPal

O PayPal é um dos sistemas de pagamento eletrónicos mais utilizado no mundo, sendo que as compras online são muito facilitadas para os clientes que o usam.

O pagamento é realizado através da conta bancária ou do cartão de crédito e o cliente apenas necessita de se registar no website, transferir o montante desejado para a conta PayPal e utilizar essa conta para as suas compras online.

As grandes vantagens desta modalidade de pagamento residem no facto de não ter custos adicionais e de os dados do cliente não serem partilhados com a loja virtual onde se irá efetuar a compra.

PaySafeCard

Este método de pagamento é bastante seguro, na medida em que o cliente não precisa de fornecer os dados do seu cartão de crédito nem da sua conta. Como medida de segurança, este cartão só permite um saldo disponível de até 100 euros.

No entanto, é necessário que compre o cartão PaySafeCard em qualquer loja CTT ou Payshop, sendo que este produto tem um custo mensal de dois euros após o primeiro ano.

MB NET e MB WAY

O MB NET é um serviço de pagamento que permite a criação de um cartão de crédito virtual para efetuar compras online (apenas é necessário associar um cartão de débito a uma conta bancária e realizar o registo).

O serviço MB WAY permite ainda incorporar o MB NET no smartphone ou no tablet, associando um número de telemóvel à conta do cliente.

No entanto, para cada uma das compras online é necessário criar um novo cartão de crédito virtual e, se utilizar este método de pagamento muito frequentemente num website, poderá ver o acesso à sua conta bloqueado por questões de segurança.

Tornando-se mais consciente dos perigos de fraude existentes na internet e das formas de os contornar, bem como das vantagens que é possível obter, já não terá necessidade de sair de casa para realizar as próximas compras.

Ler mais
Relacionadas

Não há apenas cartões de crédito e de débito. Quais as categorias que existem?

Há os cartões de débito (cartões multibanco com acesso à conta à ordem); os cartões de crédito; e cartões pré-pagos. Mas depois há os cartões puros ou simples e os cartões duais ou mistos.

Cartão multibanco clonado? Veja como detetar e resolver o problema

Fique a par dos cuidados que deve ter para prevenir a clonagem do seu cartão e o que deve fazer se tal suceder.

Quais são os cuidados que o titular de cartão deve ter na sua utilização?

O titular do cartão de pagamento deverá assegurar um conjunto de boas práticas na utilização do cartão, tanto em contexto de utilização remota como presencial, a fim de promover a segurança deste meio de pagamento. As recomendações são do Banco de Portugal.
Recomendadas

Renda acessível. Câmara de Lisboa vai propor novo modelo até ao final do ano

Fernando Medina referiu que o novo modelo “não é o original”, mas notou que “é o possível” neste momento, não adiantando mais pormenores acerca da proposta que submeterá à apreciação do executivo.

Maioria dos consumidores “digitais” não abdica de visitar uma loja física para ver o artigo

Os jovens consumidores portugueses, geração entre os 18 e os 34 anos, gostam de procurar os produtos online, mas depois compram-nos na loja física. Apesar de preferirem mais as compras em lojas físicas do que os seus pares europeus, os millennials portugueses são os que mais referem interagir com os retalhistas nas redes sociais.
Comentários