‘Cinco District’em Carnaxide: investimento imobiliário de 80 milhões vai criar 100 empregos

O projeto imobiliário conta com uma torre de 80 metros, dois edifícios de escritórios, um hotel, jardins (interiores e exteriores) e uma praça aberta com serviços e restaurantes, num espaço que vai ocupar uma dimensão bruta de 38 mil metros quadrados na zona de Carnaxide. A inauguração está prevista para o segundo semestre de 2021.

Chama-se ‘Cinco District’ o projeto que pretende revolucionar a forma de trabalhar e viver em Lisboa, e que será co-desenvolvido pela Ceetrus Portugal, empresa da Auchan Holding e pelo The Edge Group, um conjunto de holdings de investimento e capital de risco.

As duas empresas emitiram um comunicado a dar conta da realização deste projeto que ficará localizado em Carnaxide, e terá um investimento total de 80 milhões de euros, que passam pela integração de uma torre e dois edifícios de escritórios, um hotel de quatro estrelas (existindo neste momento um pré-acordo com o Grupo Marriott), jardins (interiores e exteriores) e uma praça aberta à comunidade local, rodeada de serviços e restaurantes, com uma área bruta de construção de cerca de 38 mil metros quadrados, estando a sua inauguração prevista para o segundo semestre de 2021.

O principal destaque deste projeto vai para a torre de 80 metros de altura com 20 pisos e diferentes espaços de trabalho nas zonas verdes e terraços abertos criando uma ligação ímpar entre os dois ambientes. A Cinco District vai ter disponíveis 1.100 lugares de estacionamento; 40 postos de carregamento para veículos elétricos; gestão eficiente dos elevadores; criação de energia elétrica através de painéis solares instalados nos edifícios; tecnologia de iluminação LED de baixo consumo energético, entre outros sistemas inteligentes de eficiência ambiental.

Todo este espaço vai proporcionar a criação de mais 100 postos de trabalho e mais de três mil colaboradores de empresas de vários setores, estando a sua comercialização a cargo das consultoras imobiliárias JLL e Worx.

José Luís Pinto Basto, CEO do The Edge Group afirma que a “Cinco District representa uma abordagem diferente de trabalhar e fazer negócios na cidade, vindo responder à procura crescente por escritórios diferenciadores, que vão ao encontro das necessidades das empresas que incentivam a produtividade, sustentabilidade e atração/retenção de talento”.

Por sua vez, Mário Costa, CEO da Ceetrus Portugal realça que “este projeto conta com um selo de sustentabilidade da certificação internacional BREEAM, aplicável logo desde a construção, assegura que CINCO DISTRICT será ativamente amigo do ambiente e que envolverá toda a comunidade que nele coabitar numa redução da pegada ecológica”.

Ler mais
Recomendadas

Lisboa e Porto são as cidades portuguesas mais atrativas para emigrantes comprarem casa

Por sua vez, os distritos que menos despertam interesse são a Ilha Terceira, com 0,2% das pesquisas, Bragança e Ilha de São Miguel com 0,6%, Guarda com 0,9%, Portalegre com 1%, Beja com 1,2%, Vila Real, Castelo Branco e Évora com 1,5%.

Promotora francesa investe 26 milhões de euros em projeto no Dafundo

A construção do projeto ‘Turquesa’ arranca entre julho e setembro deste ano e a sua conclusão está prevista para o segundo trimestre de 2023. Espaço tem uma área bruta de construção de 6.576 m2 e um total de 61 apartamentos, com tipologias que vão do T0 a T4+1.

Empresa dona do Zmar está insolvente, mas unidade turística vai reabrir

O Zmar pertence à Multiparques a Céu Aberto – Campismo e Caravanismo em Parques, S.A., com sede no concelho de Odemira, no distrito de Beja. A empresa foi declarada insolvente pelo Juízo de Competência Genérica de Odemira a 10 de março.
Comentários