Cinco reféns libertados do autocarro sequestrado na ponte Rio de Janeiro – Niterói

Cinco reféns foram libertados hoje do interior de um autocarro parado na ponte Rio de Janeiro – Niterói, uma via importante da segunda maior cidade do Brasil.

Rio De Janeiro, Brasil: 2.8 dólares

O coronel Mauro Fliess, porta-voz da Polícia Militar, informou em entrevista ao canal de televisão GloboNews que além de arma de fogo o sequestrador também possui uma arma de choque e um recipiente com gasolina.

O Batalhão de Operações da Polícias Especiais (BOPE), polícia de elite do Rio de Janeiro, está a liderar as negociações no local.

Há outras equipas da polícia no cerco, incluindo atiradores de elite posicionados perto do autocarro.

Fliess também disse que a Polícia Militar trabalha agora com a informação de que aproximadamente 37 pessoas estavam dentro do autocarro na hora do sequestro. Como cinco passageiros foram libertados, provavelmente outras 32 pessoas permanecem reféns.

Ainda não há muitas informações sobre o caso e é desconhecida a motivação do sequestrador.

O trânsito na ponte Rio de Janeiro – Niterói, uma via importante de ligação da baixada fluminense com a cidade do Rio de Janeiro está fechado desde às 7:20 da manhã (11:20 em Lisboa).

O autocarro sequestrado provoca um grande constrangimento de trânsito naquele que é um dos principais acessos da cidade brasileira, sobre a baía de Guanabara, que tem já vários problemas de mobilidade.

Ler mais
Recomendadas

Cimeira da Ação Climática: o que vai ser discutido e quem vai estar presente?

A Cimeira da Juventude vai acontecer simultaneamente em Nova Iorque e vai incluir um fórum com diversas gerações onde os jovens vão falar diretamente com os principais líderes políticos mundiais.

Secretário de Estado norte-americano modera declarações sobre o Irão

Em visita aos Emirados Árabes Unidos, Mike Pompeo surgiu inesperadamente a tentar fazer baixar a tensão com o Irão. Por outro lado, Abu Dhabi parece estar a testar uma aproximação ao Irão, ao mesmo tempo que se afasta dos sauditas.

Clima: Amazon anuncia campanha para Acordo de Paris ser cumprido 10 anos antes

Jeff Bezos colocou todo o peso do conglomerado da distribuição eletrónica numa campanha para ajudar a cumprir o Acor de Paris com 10 anos de antecedência.
Comentários