‘Cluster’ nacional da aeronáutica procura negócios no Canadá

O ‘cluster’ nacional das empresas de aeronáutica, espaço e defesa vai promover as novidades do setor numa missão empresarial ao Aeromart Montréal 2019, o maior evento destas indústrias em terras canadianas.

O ‘cluster’ nacional de empresas da aeronáutica, espacial e defesa (AED CLuster Portugal) vai promover as novidades do setor no maior evento da indústria aeroespacial do Canadá, a partir de hoje, dia 15 de abril.

O AED Cluster Portugal e o CEC/CCIC – Conselho Empresarial do Centro vão marcar presença, entre 15 e 18 de abril, em Montreal, no Canadá, no AEROMART MONTRÉAL 2019.

Esta é a maior convenção empresarial global para a indústria aeroespacial, do Canadá.

A comitiva portuguesa, acompanhada pela Embaixada do Canadá em Portugal, engloba cinco entidades, nomeadamente: AEDCP e o CEC; Almadesign; Câmara Municipal de Ponte de Sor; e INL (International Iberian Nanotechnology Laboratory).

Esta presença é realizada no âmbito do projeto KNOWNOW4AEROSPACE.

“O AEROMART Montreal oferece excelentes oportunidades de networking para a indústria aeronáutica e espacial nacional, reunindo os maiores construtores e fornecedores internacionais do sector. Este é considerado o maior evento aeronáutico do Canadá, contando em 2019 com 1.300 empresas participantes, mais de 100 ‘speakers’ internacionais, e mais de 1.400 reuniões (B2B) agendadas”,destaca um comunicado do AED Cluster Portugal.

O mesmo documento adianta que, “acrescentando à participação no Aeromart, a comitiva portuguesa fará também visitas a centros de investigação, pesquisa e de desenvolvimento tecnológico canadianos, assim como empresas locais”.

“Estas atividades são promovidas pelo ‘cluster’, que pretende cimentar a relação única que Portugal e Canadá têm no setor aeroespacial: a AEDCP é o único ‘cluster’ no mundo com protocolos de colaboração com os dois maiores ‘clusters’ canadianos (Ontário e Montreal), com as agências nacionais de R&D+i do setor (CARIC/CRIAQ/GARDN) e com a entidade governamental para a investigação e inovação tecnológica do setor (NRC)”, conclui o referido comunicado.

Recomendadas

O que é preciso para reconstruir o Montepio? Veja a entrevista a Pedro Corte-Real, candidato à liderança da mutualista

Que futuro para a mutualista Montepio? Pedro Corte-Real, crítico das várias lideranças da dona do Banco Montepio e candidato às eleições de 17 de dezembro da Associação Mutualista Montepio Geral pela lista B é entrevistado por Maria Teixeira Alves, grande repórter do JE, relativamente aos grandes desafios desta instituição.

Real Madrid e Barcelona unidos para tentar evitar entrada da CVC Capital na La Liga

A proposta alternativa dos dois maiores clubes da Espanha, juntamente com o Athletic Bilbao, seria que JPMorgan, Bank of America e HSBC emprestassem conjuntamente dois mil milhões de euros em troca de um pagamento anual fixo de 115 milhões de euros estendidos por 25 anos.

CTT esclarece que ação judicial contra Sequeira Braga não foi posta pela empresa

A Maxyield chamou de “comportamento arbitrário praticado por esta empresa cotada” a alegada ação judicial contra Gonçalo Sequeira Braga. Mas os CTT vêm hoje dizer que não há nenhuma ação da empresa contra o acionista minoritário. A ação é afinal da Secretária Suplente da Sociedade, a título pessoal.
Comentários