Comissão Europeia homenageia Freitas do Amaral: “Teve um papel decisivo na consolidação da democracia em Portugal”

Diogo Freitas do Amaral morreu esta quinta-feira aos 78 anos. O ainda presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, manifestou o pesar sobre a morte do fundador do CDS e antigo ministro dos Negócios Estrangeiros.

Vincent Kessler/Reuters

O ainda presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, manifestou o pesar sobre a morte do fundador do CDS e antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Diogo Freitas do Amaral, elogiando a sua contribuição para a democracia portuguesa.

“As mais sinceras condolências à família do professor Freitas do Amaral. Um verdadeiro democrata cristão que teve um papel decisivo na consolidação da democracia em Portugal”, escreveu Jean-Claude Juncker numa publicação no Twitter.

Diogo Freitas do Amaral morreu esta quinta-feira aos 78 anos, depois de internado há duas semanas num hospital em Cascais.

Ler mais
Relacionadas

Professor e político “marcante” de “sabedoria notável”, as reações à morte de Freitas do Amaral

Desde a política até vários setores da sociedade civil, Portugal recorda Diogo Freitas do Amaral, falecido esta quinta-feira, 3 de outubro. Políticos, partidos e figuras do espaço mediático dos mais diversos setores reagem à morte do fundador do CDS.

“Estamos entregues a um grupo de irresponsáveis, não sabem o que é a dignidade do Estado”. As frases mais significativas de Freitas do Amaral

“Ninguém traiu ninguém”, dizia o fundador do CDS sobre a saída do partido que ergueu. Aquele que foi um dos ‘pais’ da democracia, insurgiu-se com a demissão irrevogável de Portas (e o respetivo regresso) e com aquilo que considerava ser a “ditadura europeia” imposta por Merkel e Sarkozy.

Freitas do Amaral: Cristas recorda coragem de fundador, CDS cumpre um minuto de silêncio

A notícia da morte de Freitas do Amaral, fundador do CDS, foi hoje recebida durante um almoço de campanha para as legislativas em Barcelos, Braga, e a líder centrista pediu aos militantes que cumprissem um minuto de silêncio.
Recomendadas

Ana Gomes avisa que António Costa poderá rumar a Bruxelas em 2022

A socialista acredita que o primeiro-ministro poderá assumir o cargo de presidente do Conselho Europeu, atualmente ocupado pelo belga Charles Michel. Eventual saída de Costa teria lugar um ano antes do final da atual legislatura, que termina em 2023.

Sindicatos da Função Pública reúnem-se hoje com Governo para rever sistema de avaliação

Esta segunda ronda negocial sobre o sistema de avaliação realiza-se dez dias antes da greve marcada para dia 20 pela Frente Comum, em defesa do aumento dos salários, da revisão das carreiras e da tabela remuneratória e da revogação do SIADAP.

“Vamos fazer um investimento superior a 12 milhões de euros”, garante autarca de Lamego (com áudio)

Ângelo Moura, presidente da Câmara de Lamego, é o convidado do podcast “Conversas com Norte”, que poderá ouvir no site do JE e na ‘playlist’ do JE no Spotify. Nesta entrevista, fala do forte investimento na mobilidade sustentável, reabilitação urbana e intervenção comunitária, apesar das dificuldades impostas pela pandemia.
Comentários