Como aumentar o plafond do cartão de crédito?

Sabe como funciona o limite dos cartões de crédito? Ou se pode aumentá-lo? Neste artigo explicamos-lhe tudo.

O plafond do cartão de crédito representa o valor máximo que pode gastar por mês, montante este que é definido pela instituição financeira. Mas sabia que, já tendo um cartão com um determinado limite, pode pedir ao banco para aumentá-lo? Neste artigo explicamos como funciona o plafond dos cartões de crédito e o que deve fazer caso pretenda aumentar este limite.

 

O que é o plafond do cartão de crédito? 

Quando adquire um cartão de crédito, este vem com um determinado plafond definido pelo banco. Também conhecido por “limite de crédito”, diz respeito ao valor máximo mensal que lhe é permitido gastar. 

Este limite vem, por norma, discriminado na FIN do cartão ou, em alguns casos, os bancos definem com o cliente em função do seu nível de risco.

Como funciona?

De uma forma simples, o plafond funciona como um pequeno crédito que o banco lhe disponibiliza mensalmente e por isso é que os cartões de crédito são um ótimo produto alternativo aos créditos pessoais de baixo montante, uma vez que funcionam praticamente como um empréstimo imediato.

Imagine que o limite de crédito do seu cartão é de 500 euros. Isto significa que pode gastar até 500 euros por mês, desde que pague esse valor em dívida dentro do prazo estipulado (acordado com o banco) para evitar o pagamento de juros.

O limite de crédito é renovado sempre que a dívida é saldada. Desta forma, assim que pagar o montante utilizado – neste caso, os 500 euros – volta a ter essa quantia disponível.

Se não quiser liquidar a totalidade da dívida na data-limite, pode optar por pagar apenas parte desse valor, mas, no entanto, terá um acréscimo de juros ao montante por saldar.

A modalidade de pagamento do cartão de crédito é acordada entre o cliente e a entidade emissora.

Como é atribuído o limite do cartão de crédito?

Ao escolher e adquirir um cartão de crédito, a entidade bancária vai ter em conta algumas características do cliente, nomeadamente:

  • Rendimentos – receitas que ganha mensalmente;
  • Estabilidade profissional;
  • Despesas fixas – se possui empréstimos, tais como um crédito à habitação ou automóvel;
  • Comportamentos do cliente – qual o histórico de crédito no Banco de Portugal, se é um devedor cumpridor e que paga as prestações a tempo e horas, entre outros fatores.

Depois de analisados estes dados, o banco calcula o valor máximo que pode disponibilizar ao cliente. O facto de ser um cliente antigo da instituição financeira e de ter outros serviços no banco também o pode beneficiar.

Como aumentar o plafond?

Se a dada altura perceber que o limite do seu cartão não é suficiente, pode sempre pedir uma reavaliação ao banco.

Pode aumentar o limite do cartão de crédito, mas, no entanto, é preferível que peça esta reavaliação após algum tempo de utilização do mesmo. Em certos casos até é o próprio banco que toma a iniciativa e pergunta ao cliente se gostaria de proceder a este aumento.

Para além disso, os bancos têm tendência a oferecer melhores condições a clientes antigos e que utilizam o cartão de crédito mais frequentemente, pois sãos os que dão mais lucro à instituição financeira e já têm provas dadas de que são pagadores exemplares.

Assim, caso pretenda um aumento de plafond, é recomendável utilizar o cartão de crédito durante uns meses (mais de seis) e apenas solicitar este acréscimo após esse período.

Para ter mais possibilidades de o banco lhe aumentar o plafond do cartão, comece por seguir estas dicas:

  • Cumpra as datas de pagamento – no caso de ter pagamentos em atraso, o banco pode considerá-lo um risco e recusar este aumento;
  • Utilize (bem) o cartão – quanto mais uso der ao cartão, mais juros paga e mais o banco ganha, sendo mais provável que o banco aumente o limite no sentido de tentar incrementar as suas receitas;
  • Seja um cliente antigo – a antiguidade é algo que os bancos têm sempre em consideração, por isso, quanto mais tempo for um cliente sem incidentes, mais facilmente consegue um aumento;
  • Tenha vários cartões de crédito – se não consegue ter o plafond pretendido com um só cartão, pode sempre fazer vários cartões de crédito em bancos diferentes de forma a que a soma atinja o valor desejado. No entanto, apesar de ser uma técnica muito utilizada, pode tornar-se difícil de gerir todos os cartões e de cumprir com o pagamento de todos, por isso seja prudente.
Relacionadas

É fã de descontos? Há 10 cartões que deve conhecer

Descubra os 10 melhores cartões de crédito com descontos do mercado e garanta, conforme o seu perfil e preferências de consumo, a escolha da oferta mais vantajosa.

Cashback: veja 10 cartões que lhe devolvem parte das suas compras

Há uma característica de alguns cartões que apela a uma boa gestão da conta bancária e que até permite aumentar o valor das poupanças: o cashback. Quando bem gerida, pode ser excelente vantagem para quem usa este meio de pagamento regularmente. Conheça os 10 melhores cartões de crédito com cashback do mercado.

Poupar nas compras: veja os melhores cartões de fidelização

Conheça as ofertas mais vantajosas do mercado em cinco categorias diferentes – Hipermercados, Tecnologia, Automóvel, Vestuário e Decoração e Mobiliário – para que possa fazer a escolha mais adequada de forma a poupar nas suas compras.

Quais os melhores Cartões de Crédito gratuitos?

Conheça as melhores ofertas do mercado que isentam de custos com a disponibilização e anuidade.

É cliente bancário premium? Conheça as vantagens de ter um cartão gold ou platinum

A maioria das instituições bancárias dispõe de cartões premium que proporcionam condições exclusivas aos clientes aderentes. Saiba tudo sobre o tema neste artigo.

Programas de milhas: como ter viagens gratuitas com o cartão de crédito?

Apesar de o contexto de pandemia em que vivemos atualmente não facilitar a as viagens para o estrangeiro, esta pode ser uma boa altura para acumular milhas aéreas no seu cartão de crédito, para mais tarde usufruir de voos baratos ou até mesmo gratuitos.
Recomendadas

Restauração: Preços afixados com clareza é meio caminho para o bom entendimento entre consumidor e estabelecimento de restauração

A lista do dia e os preços praticados, com taxas e impostos incluídos, devem estar, clara e obrigatoriamente, afixados à entrada do estabelecimento, em local bem visível do exterior.

A herança tem dívidas? Descubra que custos terá de suportar

Fique a par de todos os custos que poderão surgir com uma herança (especialmente se a mesma contiver uma dívida) e algumas dicas para evitá-los.

Serviços Públicos Essenciais: fornecimentos não podem ser cortados até ao final deste ano. O que deve saber

Os avisos de corte que tenham sido enviados ficam sem efeito, não podendo as empresas proceder ao corte de fornecimento, até 31 de dezembro de 2021.
Comentários