Conduzir trotinetes sob o efeito do álcool? Lime quer evitar condução irresponsável

A nova funcionalidade “Drunk-Riding Prevention” (prevenção da condução sob o efeito do álcool), tem como principal objetivo evitar que condutores embriagados consigam desbloquear a viatura sem “dificuldades”.

A empresa de micromobilidade conhecida pelas trotinetes elétricas, anunciou hoje, quarta-feira, 14 de agosto, uma nova funcionalidade que será implementada na sua aplicação de desbloqueio das pequenas viaturas, com o objetivo de alertar condutores embriagados para o perigo que podem representar, antes de iniciarem o seu percurso.

A nova funcionalidade “Drunk-Riding Prevention” (prevenção da condução sob o efeito do álcool), tem como principal objetivo evitar que condutores embriagados consigam desbloquear a viatura sem “dificuldades”.

Num horário entre as 22 horas e as 2 horas, qualquer pessoa que queira usar uma trotinete elétrica da Lime, terá de responder a um tutorial onde se abordam questões relativas à condução sob o efeito do álcool, que depois será complementado com lembretes alusivos à condução perigosa, durante a viagem.

A Lime compromete-se assim a cumprir com a legislação municipal, defendendo-se das críticas que tem sido alvo por parte das autarquias e da população, no que diz respeito à condução das suas viaturas de formas irresponsáveis e sem consequências.

Recomendadas

Protesto contra exploração de lítio em Montalegre juntou 300 pessoas

O protesto teve como lema ‘não à mina, sim à vida’, e juntou participantes de todas as idades e de vários pontos da região e, até do país. Concentraram-se na praça do município da localidade do distrito de Vila Real e percorreram durante uma hora as principais ruas em dia de Feira do Fumeiro, um dos eventos mais importantes do concelho.

Infetados com coronavírus em França chegaram ao país sem sintomas

As três pessoas infetadas por coronavírus tinham tido passagens pela China.
Comentários