Conferência sobre o agroalimentar e o Pacto Ecológico Europeu realiza-se esta quarta-feira. Veja aqui

O ciclo de conferências “Conhecer para Decidir, Planear para Agir” é promovido pela Lusomorango, a maior organização de produtores portuguesa do sector das frutas e legumes, e pela Universidade Católica Portuguesa, numa iniciativa de que o Jornal Económico é media partner.

 

A última conferência do ciclo para a concretização de uma visão estratégica para o agroalimentar em Portugal realiza-se esta quarta-feira, 14 de abril, tendo por tema “Pacto Ecológico Europeu, do Prado ao Prato” e é transmitida pela plataforma multimédia da JE TV, a partir das 16:00.

A conferência incluirá uma mesa-redonda em que participarão António Serrano, CEO da Jerónimo Martins Agro-alimentar; Ana Trigo de Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde; Luís Mira, secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP); e Hector Lujan, presidente e CEO da Reiter Affiliated Companies. O

O ciclo de conferências “Conhecer para Decidir, Planear para Agir” é promovido pela Lusomorango, a maior organização de produtores portuguesa do sector das frutas e legumes, e pela Universidade Católica Portuguesa, numa iniciativa de que o Jornal Económico é media partner.

As conferências realizam-se semanalmente, todas as quartas-feiras, e terminam esta quarta-feira. São transmitidas pela plataforma multimédia da JE TV (www.jornaleconomico.pt).

O objetivo desta iniciativa é “contribuir com uma visão estratégica global, integrando na reflexão toda a cadeia de valor agroalimentar nas várias perspetivas geográficas”, explicou ao JE o presidente do conselho de administração da Lusomorango, Luís Pinheiro.

Esta quarta e última conferência do ciclo contará com intervenções inicias de Luís Pinheiro e de Ricardo Reis, diretor do Centro de Estudos Aplicados da Universidade Católica, a que se seguirá a apresentação de um caso de estudo por José Pedro Salema, presidente da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA).

Além da mesa-redonda, que será moderado por João Confraria, professor da Universidade Católica, haverá um comentário final, a cargo de Eduardo Diniz, diretor-geral do Gabinete de Planeamento, Política e Administração Geral do Ministério da Agricultura.

A sessão de encerramento deste ciclo de conferências contará a participação de Margarida Mano, vice-reitora da Universidade Católica Portuguesa; de José Gonçalo Regalado, do Millennium BCP; e do presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa.

Recomendadas

Dr. Bayard produz um milhão de rebuçados peitorais na época alta

A empresa portuguesa de raiz familiar já vai na terceira geração e está rodeada de um segredo que vem desde 1944.

BCP assina protocolo com CAP para financiar 100 milhões ao sector da agricultura

“Sabemos bem que em boa companhia se chega mais longe, pelo que com estas parcerias que hoje celebramos o Millennium bcp enfatiza que está determinado em ser o banco das empresas, o banco comercial de referência no apoio à economia portuguesa, o banco dos empreendedores”, diz Miguel Maya.

ASAE fiscaliza 91 panificadoras e pastelarias e abre 25 contraordenações

De acordo com o comunicado hoje divulgado pela ASAE, o objetivo da operação de fiscalização, que abrangeu 91 operadores económicos e decorreu em todo o país, era o de “verificar o cumprimento das regras estabelecidas para a atividade de panificação e pastelaria com fabrico próprio, especialmente ao nível do licenciamento, denominação e rotulagem, assim como de higiene e segurança alimentar, por forma a garantir a proteção dos consumidores”.
Comentários