Fórmula 1 de volta a Portugal: investimento, contribuição do Estado e receitas esperadas

Investimentos, contribuição do Estado, impactos a nivel regional e nacional, são alguns dos aspetos a ter em consideração para albergar um dos maiores eventos desportivos do mundo em Portugal. Os motores dos F1 vão ouvir-se em Portimão entre 23 e 25 de outubro.

Em entrevista ao Jornal Económico, Paulo Pinheiro, CEO do Autódromo Internacional do Algarve, afirma que o grande prémio de Fórmula 1 “é o maior evento desportivo que vamos receber desde o Euro 2004”, caso se confirme, organizar um evento desta magnitude implicará custos dispendiosos, mas sempre com a perspetiva de retornos ainda maiores. Conheça o que está em causa para o regresso da prova rainha do automobilismo 24 anos depois.

 

Recomendadas

Eleven Sports garante direitos televisivos da La Liga até 2024

A Eleven Sports garante assim, por mais três temporadas, a transmissão exclusiva das duas principais ligas de futebol espanholas para os telespectadores portugueses. Os detalhes financeiros do acordo, contudo, não foram revelados.

‘Champions’ em Lisboa. Manchester City: ‘dream team’ de 2,7 mil milhões procura salvação em Lisboa

A turma orientada por Pep Guardiola tem muito talento à disposição e, frente ao Olympique de Lyon, vão procurar passar da teoria à prática. Os investimentos vindos das arábias têm feito estragos na Premier League, havendo mesmo quem considere que os ‘citizens’ competem de forma ilegal no mercado de transferências.

‘Champions’ em Lisboa. Olympique Lyon: ‘carrasco’ do Benfica e de Ronaldo chega a Lisboa como ‘outsider’

A dificuldade em competir por títulos domésticos face ao poderio do PSG tem sido um problema para o clube que, na primeira década do século XXI, tinha a hegemonia do futebol francês, vencendo sete títulos seguidos de 2001 a 2007. A segunda equipa menos valiosa da Champions terá pela frente um dos plantéis mais completos e valiosos do mundo, sob o comando de um dos melhores treinadores da história, o Manchester City de Pep Guardiola.
Comentários