Construção civil cresceu 8,1%, no 1º trimestre de 2018

A produção na construção civil aumentou 8,1%, no 1º trimestre de 2018, face ao mesmo período de 2017, conforme os dados publicados esta quinta-feira, 14, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com os dados do índice de produção na construção civil, contribuíram para esse aumento da produção os grupos de materiais de pintura (12,9%), de materiais de base tais como betume emulsões, brita, areia, ferro e cimento, cujo aumento foi 9,2%, e materiais de esquadria (porta de ferro, janela de madeira e janela de alumínio) que aumentou 1,0%.

Entretanto, esse aumento da produção na construção civil foi atenuado pelos grupos de materiais de eletricidade” (-1,9%). O INE adianta ainda que a diminuição da produção, nesta categoria, justifica-se, principalmente com a diminuição da produção de fio 1,5 mm (-18,9%), de pomada monofásica (-20,9%) e de fio 6 mm (-40,0%).

Os materiais de instalação e canalização sanitária (mármore, granito, mosaico, azulejos e cimento cola), bem como os materiais de revestimento (tubo de PVC, tubo de PPR, sanita, lavatório e banheira) são outros grupos cujas evoluções foram negativas no 1º trimestre face ao mesmo período ano passado, com (-1,4%) e (-1,1%), respectivamente.

No que se refere à variação trimestral, que compara os dados face ao trimestre mediamente anterior, neste caso  o 4º trimestre de 2017, a taxa do índice de produção na construção civil fixou-se, em 1,8%, valor superior em 11,0 pontos percentuais (p.p.) face ao registo no trimestre anterior.

Entretanto, ao contrário da variação homóloga, na variação trimestral, os aumentos de produção de maior relevância foram registados nos grupos de materiais de revestimento (11,5%), de esquadria (10,4%), dos materiais   de canalização e instalação sanitária” 6,7%) e materiais de base (3,9%).

Por outro lado, registou-se a diminuição na produção, de materiais de pintura (-13,1%), de materiais de eletricidade (-9,4%) e de outros materiais de construção (-6,0%).

O inquérito índice de produção na construção civil (IPCC) é uma investigação estatística periódica que se realiza com o propósito de avaliar e analisar a evolução das principais variáveis económicas das empresas que se dedicam, principalmente, a actividade de construção

Ler mais
Relacionadas

Construção civil volta a subir em Cabo Verde

Sector que durante anos mais empregava em Cabo Verde estava em queda, mas volta a subir em termos de produção. Ainda assim, continua a navegar em terreno negativo.

Cabo Verde registou 255 acidentes de trabalho em 2017. Houve cinco mortos

Um total de 255 acidentes de trabalho, com cinco mortos e duas amputações de membros, ocorreram no ano de 2017 em Cabo Verde, segundo dados divulgados esta sexta-feira, 27, na conferência “Saúde e segurança no trabalho”, que decorre em São Vicente e que tem participação da inspectora portuguesa do Trabalho, Cristina Rodrigues.

“Não fosse a seca, Cabo Verde teria crescido 7% no ano passado”

Curta entrevista exclusiva (via e-mail) com o Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, sobre a economia e a conjuntura do país. Oito perguntas e oito respostas sobre TACV, emprego, crescimento económico e a suposta descoordenação com o vice-primeiro ministro, Olavo Correia. Saiba mais.
Recomendadas

Banco de Cabo Verde confirma liquidação de um dos quatro ‘offshore’

O regulador bancário cabo-verdiano informou que procedeu ao registo da deliberação dos acionistas do Banco Privado Internacional, SA – BPI, Instituição de Crédito de Autorização Restrita, que “decidiu pela sua dissolução voluntária e liquidação”.

CPLP vai apoiar candidatura do Brasil ao Tribunal Penal Internacional 

“Houve uma proposta do Brasil para apoio à candidatura da juíza Federal Mónica Jaqueline Cinfuentes ao Tribunal Penal Internacional”, afirmou Eurico Monteiro, embaixador de Cabo Verde.

Moody’s mantém rating do banco da CEDEAO em ‘lixo’

O BID tem como acionistas os países da CEDEAO, entre os quais estão os lusófonos Cabo Verde e Guiné-Bissau, para além de outros países da África Ocidental, como a Costa do Marfim, Nigéria ou o Senegal.
Comentários