Costa diz que existem “boas notícias sobre a evolução da capacidade de produção e distribuição de vacinas” da Pfizer

O primeiro-ministro ficou confiante depois da conversa com o CEO da Pfizer, AlbertBourla. Também existem boas perspetivas para a política de preços para países em desenvolvimento, segundo o primeiro-ministro.

O primeiro-ministro, António Costa frisou, esta terça-feira, que existem “boas notícias” relativamente às vacinas da Pfizer depois de ter conversado com o CEO da farmacêutica.

“Falei hoje com o CEO da Pfizer, AlbertBourla, que me transmitiu boas notícias sobre a evolução da capacidade de produção e distribuição de vacinas e sobre a política de preços para países em desenvolvimento”, escreveu António Costa no Twitter acrescentando que “só estaremos protegidos quando todos estivermos protegidos”.

As perspetivas parecem estar a melhorar, mas não só para Portugal. A 8 de maio, a Comissão Europeia fechou acordo com a Pfizer para a compra de mais 1,8 mil milhões de vacinas. Um anúncio que foi igualmente feito pelo Twitter da presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen. “Estou feliz por anunciar a aquisição de 900 milhões de vacinas, e mais 900 milhões como opção para 2021 e 2023”, sublinhou a presidente da Comissão Europeia.

A 10 de maio foi divulgado ainda que a farmacêutica chinesa Fosun Pharma, que pertence ao grupo Fosun, o maior investidor privado chinês em Portugal, chegou a acordo com a BioNTech para produzir 1.000 milhões de doses da vacina Pfizer-BionNTech contra a Covid-19.

Até ao momento já foram administradas quatro milhões de doses de vacina contra a Covid-19 em Portugal, segundo o Serviço Nacional de Saúde. Através de uma publicação feita na rede social Twitter, as autoridades de saúde revelaram que 3.900.000 tomaram a primeira dose e 1.100.000 a segundas dose.

Relacionadas

Portugal com quatro milhões de vacinas administradas contra a Covid-19 (com áudio)

Desse total, mais de um milhão remetem para portugueses completamente vacinados.

Bruxelas exige que AstraZeneca entregue 300 milhões de doses contratadas até setembro (com áudio)

Representante legal da UE em tribunal afirmou perante o juiz, na sequência de um segundo processo judicial instaurado pela Comissão Europeia contra a AstraZeneca, que o bloco europeu está disponível para aceitar que as 300 milhões de doses sejam entregues até setembro, sob a condição que 120 milhões cheguem ao seu destino em junho.
Recomendadas

Arraial da IL em Lisboa com parecer desfavorável da DGS para atividades que extravasem comício

A Iniciativa Liberal (IL) promove este sábado um “Arraial Liberal” em Santos, Lisboa, com animação e 20 barraquinhas, mas a autoridade de saúde deu parecer desfavorável a todas as atividades que extravasem o comício político, e recomendou distanciamento.

PremiumEuro2020 pode ser pontapé para relançar mercado publicitário das marcas

Cobertura mediática será maior do que em 2016, mas é pouco provável que se traduza em recordes de audiências, dizem especialistas. Ainda assim, as marcas deverão aproveitar a oportunidade.

Banco Mundial responsabiliza vacinação desigual por recuperação económica a dois tempos

A diretora-geral do Banco Mundial, Ngozi Okonjo-Iweala, afirmou este sábado, numa conferência à margem da cimeira do G7, que a distribuição desigual de vacinas vai ter impacto na recuperação económica mundial, em especial em África e na América Latina. 
Comentários