África com mais 658 mortes e 35.205 novos casos de infeção nas últimas 24 horas

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de recuperados nos 55 Estados-membros da organização nas últimas 24 horas foi de 17.490 para um total de 2.450.492 desde o início da pandemia.

África registou nas últimas 24 horas mais 658 mortes por covid-19 e 35.205 novos casos de infeção, elevando os números totais para 72.121 e 3.021.769, respetivamente, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de recuperados nos 55 Estados-membros da organização nas últimas 24 horas foi de 17.490 para um total de 2.450.492 desde o início da pandemia.

A África Austral permanece como a região mais afetada, registando 1.369.221 infetados e 35.268 mortes. Só a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.214.176 casos e 32.824 mortos.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, com 979.328 casos e 25.762 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 332.517 infeções e 6.148 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 263.066 e o de mortes ascende aos 3.435, e na África Central estão contabilizados 77.637 casos e 1.508 óbitos, mais um do que no dia anterior.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 8.142 mortos e 148.799 infetados, seguindo-se Marrocos, com 7.709 vítimas mortais e 451.637 infetados.

Entre os seis países mais afetados estão também a Tunísia, com 5.151 mortos e 157.514 infetados, a Argélia, com 2.803 óbitos e 101.913 casos, a Etiópia, com 1.985 vítimas mortais e 127.792 infeções, e o Quénia, com 1.704 óbitos e 98.184 infetados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Angola regista 416 óbitos e 18.156 casos, seguindo-se Moçambique (187 mortos e 21.361 casos), Cabo Verde (114 mortos, o mesmo número que no dia anterior, e 12.331 casos), Guiné Equatorial (86 mortos e 5.289 casos, ambos sem alterações face aos últimos dados reportados), Guiné-Bissau (45 mortos e 2.455 casos, ambos também sem alterações face ao dia anterior) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.066 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.914.057 mortos resultantes de mais de 88 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler mais
Recomendadas

África com mais 932 mortes por Covid-19 registadas em 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 932 mortes por covid-19, alcançando um total de 77.684, e 30.855 novos casos de infeção, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente

Rui Figueiredo Soares é o novo ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde

O atual ministro da Integração Regional de Cabo Verde passa esta quinta-feira a acumular com o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, após a demissão de Luís Filipe Tavares, devido à polémica envolvendo o partido Chega.

Primeiro-ministro de Cabo Verde garante que Governo não tem ligações ao Chega 

“Nem este Governo, nem o partido que o apoia [MpD], têm alguma relação de afinidade ou simpatia com partidos do tipo do Chega! em Portugal, nem partidos de lógica ideológica similar”, afirmou Ulisses Correia e Silva.
Comentários