Covid-19: CGTP denuncia ‘despedimentos ilegais’ nos cruzeiros da Douro Scenic

Empresa australiana já comunicou o despedimento a 86 dos seus 160 trabalhadores. Sindicato da CGTP vai denunciar o assunto à ACT – Autoridade das Condições de Trabalho.

A Fectrans – Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações, pertencente à CGTP, está a denunciar o ‘despedimento ilegal’ de trabalhadores de uma empresa de cruzeiros fluviais no Douro.

“A Douro Scenic – Luxury Cruises & Tours, uma empresa australiana, tem em marcha um despedimento que não é coletivo, é ilegal, dos seus trabalhadores. Até ao momento, já temos conhecimento de 86 trabalhadores da empresa que já foram contactados para rescindirem os seus contratos”, revelou Paulo Lopes, do secretariado da Fectrans e coordenador do SIMAMEVIP – Sindicatos dos Trabalhadores da Marinha Mercante, Agências de Viagens, Transitários e Pesca.

A Douro Scenic tem cerca de 160 trabalhadores. O facto de já ter comunicado o despedimento a 86 deles, mais de metade, indicia, segundo a opinião de Paulo Lopes, que os responsáveis da empresa, em vez de recorrerem às ajudas estarias, pretendem encerrar a atividade”.

“Neste momento, estamos a organizar os trabalhadores e a aconselhá-los. Estamos a preparar um processo para entregar à ACT – Autoridade das Condições de Trabalho, que vai ter de intervir neste processo de despedimento ilegal”, revela Paulo Lopes, em declarações ao Jornal Económico.

Num comunicado, a Fectrans acusa a administração da Douro Scenic de se ‘esquecer’ de que mesmo em Estado de Emergência, “tem de respeitar a lei e está a tratar este assunto por SMS, telefone ou ’email'”, a crescentando que o sindicato da Fectrans – o referido SIMAMEVIP – “está a intervir na defesa dos trabalhadores confrontados com o despedimento colectivo, porque quando as dificuldades aparecem os trabalhadores são, quase sempre, ‘carne para canhão’, pelo o que importa é garantir os interesses patronais”.

A Douro Scenic é representada em Portugal pela empresa Waratah Unipessoal, Lda.

Funciona há cerca de quatro anos no setor dos cruzeiros fluviais no Douro e neste momento opera com dois navios neste rio: o Scenic Azure e o Emerald Radiance.

A empresa de origem australiana opera cruzeiros fluviais noutras regiões da Europa, como a Rússia e a Europa Central.

Ler mais
Recomendadas

Empresa portuguesa desenvolve equipamento para criar quartos de pressão negativa

Tecnologia permite transformar quartos convencionais em quartos de pressão negativa para tratar doentes infectocontagiosos, bem como fazer a purificação do ar eliminando assim os vírus e bactérias e prevenindo a contaminação.

Santander Totta vai passar a pagar aos fornecedores a pronto pagamento

“Esta medida reforça o conjunto de outras que o Santander tem vindo a implementar para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pela Covid-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes”, referiu o Santander Totta.

Efacec vai para lay-off durante 30 dias a partir de 6 de abril

A empresa diz que o lay-off será aplicado “transversalmente a todos os níveis da organização”, tanto na modalidade de suspensão de contrato, como da redução temporária do horário de trabalho.
Comentários