Governo apresenta apoios extraordinários para sector do vinho na sexta feira

O Governo vai apresentar, na sexta-feira, um pacote extraordinário de apoios para o sector do vinho, face ao impacto da pandemia de Covid-19, estando a avaliar a possibilidade de um aviso para a destilação de crise.

Vale do Douro

O Governo vai apresentar, na sexta-feira, um pacote extraordinário de apoios para o sector do vinho, face ao impacto da pandemia de Covid-19, estando a avaliar a possibilidade de um aviso para a destilação de crise.

“Para este setor [vinho], vamos apresentar na sexta-feira um pacote de medidas para o sector do vinho, que integra medidas de apoio excecional e temporárias para os agricultores e PME [pequenas e médias empresas] afetadas pela Covid-19”, avançou a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, numa audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar, sem adiantar valores.

Em análise com o sector está ainda a abertura de um aviso para a destilação de crise.

No ano passado, foram pagos 65 milhões de euros em apoios ao setor do vinho, ou seja, a totalidade do que estava previsto para 2020, segundo dados divulgados hoje na audição.

“Mantemos a meta ambiciosa de atingir mil milhões de euros em exportações [do sector]. No ano passado, foram atingidos 846 milhões de euros, mais 26 milhões de euros do que no anterior”, acrescentou.

A titular da pasta da Agricultura disse ainda que está em preparação um aviso de 10 milhões de euros para a instalação de painéis fotovoltaicos, tendo em vista reduzir os custos energéticos suportados pelos agricultores.

Paralelamente, no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), vai ser reforçado em 4,5 milhões de euros o montante destinado aos estudos e projetos para a reabilitação e modernização dos regadios existentes.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.214.644 mortos no mundo, resultantes de mais de 153,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.981 pessoas dos 837.715 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler mais
Recomendadas

Vinhos do Tejo aumentam certificação em 11% no primeiro quadrimestre de 2021

O passado mês de abril foi o melhor mês de sempre para a região vitivinícola do Tejo, com 3,6 milhões de litros de vinho certificado.

CAP solicita ao Governo a apresentação dos resultados das inspeções realizadas em Odemira

A exigência é direcionada à ministra do Trabalho e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que vai presidir amanhã, dia 12 de maio, à reunião do Conselho Permanente de Concertação Social.

CAP quer trabalhadores testados e autorizados a regressar às explorações em Odemira

“É imprescindível que seja instituído um mecanismo fiável de testagens que permita a circulação de proprietários e de trabalhadores para efeito de acesso às produções agrícolas, mediante apresentação de comprovativo de teste negativo para a covid-19”, afirmou o presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, Eduardo Oliveira.
Comentários