Covid:19: Reino Unido regista mais duas mortes e 1.770 novos casos

Até sábado ao fim do dia tinham sido vacinadas 35.371.669 pessoas no Reino Unido com a primeira dose de uma vacina contra a covid-19, das quais 17.669.379 já receberam também a segunda dose.

O Reino Unido registou hoje duas mortes associadas à covid-19 e 1.770 novos casos de positivos, segundo os dados oficiais divulgados pelas autoridades britânicas.

No sábado, o Reino Unido tinha contabilizado cinco mortos e 2.047 casos de infeção pelo novo coronavírus confirmados, tendo permanecido numa trajetória descendente na última semana (-4,3% nos casos e -39,1% nas mortes em relação aos sete dias anteriores).

Desde o início da pandemia, foram notificados 129.373 óbitos associados à covid-19 no país, num total de mais de 4,43 milhões de casos confirmados.

Até sábado ao fim do dia tinham sido vacinadas 35.371.669 pessoas no Reino Unido com a primeira dose de uma vacina contra a covid-19, das quais 17.669.379 já receberam também a segunda dose.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.284.783 mortos no mundo, resultantes de mais de 157,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Recomendadas

Marcelo afasta retrocesso e garante que SNS está sem pressão grave

O Presidente da República afastou este sábado a possibilidade de um retrocesso no processo de desconfinamento a nível nacional face aos mais recentes números da covid-19, alegando que os serviços de saúde estão longe de uma pressão grave.

Covid-19. França atinge 30 milhões de vacinados com pelo menos uma dose

A França atingiu este sábado 30 milhões de pessoas com, pelo menos, uma dose da vacina contra a covid-19, antecipando essa meta que estava prevista para terça-feira, anunciou hoje o primeiro-ministro Jean Castex.

Iniciativa Liberal compara-se a Santo António em arraial com sardinhas e bifanas

 O presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, comparou este sábado o partido ao Santo António, dizendo que é “o martelo dos inimigos da liberdade”, num arraial comício com centenas de pessoas, sardinhas e bifanas.
Comentários