Crédito à habitação: Bancos já estão a oferecer taxa fixa a 30 anos

Quem optar pela taxa fixa está a garantir que no futuro não vai sofrer com uma eventual subida das taxas de juro, mas a Deco alerta que não vale a pena optar por esta modalidade nos prazos até 10 anos, pois a Euribor deverá manter-se em mínimos nos próximos anos.

Bolha Imobiliária na China

Há bancos que já estão a oferecer taxa fixa a 30 anos aos seus clientes no crédito à habitação, avança o Jornal de Notícias esta quarta-feira. Num momento em que a taxa Euribor está em mínimos históricos, há clientes que estão a optar pela taxa fixa que está a valores não muito distantes dos da taxa variável.

Na Deco Proteste alerta que a taxa fixa não compensa nos prazos mais curtos, pois existem previsões a apontar que a taxa Euribor vai manter-se negativa até 2022/2023. “Nos prazos mais curtos, até 10 anos, é difícil que venha a compensar, dado que a conjuntura não permite antever subidas significativas da Euribor”, diz Nuno Rico da Deco ao JN.

Desta forma, quem optar pela taxa fixa está a pagar mais agora para ter uma “espécie de seguro para ter uma prestação à prova de subida de juros”, segundo o especialista da Deco.

Recomendadas

Seguradora Fidelidade entra no mercado chileno

Com esta entrada no Chilea Fidelidade vai também apostar em alianças com parceiros estratégicos locais, alavancadas numa rede ampla de corretores e grandes retalhistas e de bancassurance, apostando numa qualidade de serviço superior com o objetivo de proporcionar o melhor serviço aos clientes.

Crédito Agrícola com subida dos lucros em 23% para 105 milhões

Apesar do aumento dos lucros, a margem financeira diminuiu 13,8 milhões de euros em termos homólogos (-5,4%), bem como as comissões líquidas que registaram uma variação de -6,1 milhões de euros (-7,8%) face ao homólogo.

PremiumSantander vende quatro parques solares do Glennmont Partners em Portugal

Propostas não vinculativas para quatro parques solares no país serão recebidas pelo Santander Portugal nesta segunda-feira.
Comentários