Crédito Agrícola é o primeiro banco português a disponibilizar o Apple Pay

O banco garante que a utilização desta funcionalidade não tem qualquer custo para o utilizador e a aceitação de pagamentos através do Apple Pay não representa custos adicionais para o comerciante.

O Crédito Agrícola anunciou que vai disponibilizar o serviço Apple Pay, e é o primeiro banco a fazê-lo em Portugal.

Esta é “uma clara aposta na inovação tecnológica na área dos meios de pagamento. A adesão está disponível para os Clientes aderentes do CA Mobile e titulares de dispositivos móveis Apple”, refere o banco liderado por Licínio Pina.

O banco garante que a utilização desta funcionalidade não tem qualquer custo para o utilizador e a aceitação de pagamentos através do Apple Pay não representa custos adicionais para o comerciante.

O serviço está associado a um cartão de débito ou de crédito virtual, utilizável em todos os terminais que aceitem pagamentos com a tecnologia contactless e nas lojas de comércio eletrónico com o símbolo Apple Pay.

Assim, logo que o Cliente tenha o cartão virtual associado ao Apple Pay, poderá pagar as suas compras com o dispositivo móvel. O pagamento é idêntico ao efectuado com cartões físicos através da tecnologia contactless.

O Crédito Agrícola e a Apple garantem que não efectuam a troca de dados pessoais facultados pelo Cliente, o que reforça a segurança das transacções efectuadas através do Apple Pay.

“O Crédito Agrícola tem estado na vanguarda da disponibilização de serviços inovadores nos sistemas de pagamento, tendo sido pioneiro no lançamento do cartão dual, do cartão contactless, do cartão com chip e do cartão vertical”, refere a nota.

Ler mais
Recomendadas

Banco Montepio passa de lucros a prejuízos de 15,9 milhões de euros no primeiro trimestre

De acordo com um comunicado enviado pelo banco à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a instituição que pertence à Associação Mutualista Montepio refere que para o resultado foi “determinante (…) a obtenção de menores ganhos com transações de títulos relevados na rubrica de Resultados de operações financeiras”.

“Maquiavel para Principiantes”. “Luís Filipe Vieira parece que funcionava como testa de ferro de Ricardo Salgado”

“Amnésia rima com impunidade. Sabem que são os portugueses que pagam os seus calotes e vai continuar o gozo. Luís Filipe Vieira parece que funcionava como testa de ferro de Ricardo Salgado”, destacou Rui Calafate no podcast do JE.

Sindicato dos Quadros cancela manifestação para iniciar diálogo com Santander

“Na sequência dos contactos mantidos nas últimas horas, que perspetivam o relançamento do diálogo com o Banco Santander, o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) decidiu cancelar a manifestação agendada para hoje em Faro”, diz o sindicato liderado por Paulo Gonçalves Marcos.
Comentários