Criação de emprego abaixo do previsto não chega para abalar Wall Street

A economia norte-americana criou menos postos de trabalho do que o esperado no mês passado devido aos efeitos da guerra comercial com a China.

Brendan McDermid/Reuters

Os três principais índices da Bolsa de Nova Iorque abriram em alta esta sexta-feira, na última sessão da semana. Impulsionada pela descida da taxa de juro diretora e pelo adiamento do aumento das tarifas às exportações chinesas, Wall Street negoceia ao início desta tarde em terreno positivo, em sintonia as  congéneres da Europa.

O Dow Jones soma 0,68% (para os 25.895,09 pontos). Na mesma linha, o alargado S&P 500 avança 0,73% (para os 2.864,38 pontos) e o tecnológico Nasdaq cresce 0,94% (para os 7.687,01 pontos). Também o Russell 2000 valoriza (+0,57%, para os 1.507,10 pontos).

“Apesar da revelação de que a economia norte-americana gerou bastante menos postos de trabalho que o previsto em maio, o facto da taxa de desemprego ter descido mostra que os Estado Unidos estão em pleno emprego e, por isso, a informação acabou por ser recebida com tranquilidade. No plano empresarial de notar a forte valorização da Beyond Meat, após a produtora de substitutos à carne ter anunciado resultados”, refere Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp, em research de mercado.

A criação de emprego nos Estados Unidos da América (EUA) foi menor do que a esperada em maio, com menos contratações devido à incerteza sobre a economia global e aos efeitos da guerra comercial com a China. Segundo dados do Ministério do Trabalho norte-americano, hoje divulgados, a queda foi sentida particularmente na saúde, educação e construção Adicionalmente, o número da criação de emprego em abril também foi revisto em 39.000, para apenas 224.000.

“O que realmente importa nas próximas horas é que os Estados Unidos cheguem a um acordo com o México, que evite a subida das tarifas (5%) a partir de segunda-feira. Caso a esperança de um acordo se mantenha viva durante a sessão e os dados de emprego nos EUA saiam entre 50 e 100 mil, então fecharemos a semana com uma nova valorização das bolsas”, aponta, por sua, vez, os analistas do Bankinter. Com Lusa

Recomendadas

Nasdaq lidera quedas em Wall Street

As tecnológicas acentuaram as perdas, nomeadamente as FAANG. A Facebook perdeu 2,48%, a Apple cedeu 0,46%, a Amazon tombou 3%, a Netflix afundou 4,23% e a Alphabet, dona da Google, caiu 1,74%. Também a Microsoft teve uma sessão negativa, desvalorizando 3,09%.

Domingos Soares de Oliveira: “não há neste momento qualquer situação oficial entre o Benfica e o treinador Jorge Jesus”

“Conforme é sabido, o nosso presidente tem uma relação pessoal com o treinador Jorge Jesus, portanto é natural que converse com o treinador, mas não não há neste momento qualquer situação oficial entre o Benfica e o treinador Jorge Jesus”, vincou Domingos Soares de Oliveira.

PSI-20 fecha em alta com a ajuda do BCP que valorizou mais de 3%

O BCP foi a estrela da sessão ao subir mais de 3%. Mas a queda da EDP, depois das notícias de que a própria empresa deverá ser constituída arguida no processo de rendas excessivas, travou a subida do PSI-20 que fechou em alta, mas abaixo das principais praças da Europa.
Comentários