Criptomoedas perdem 260 mil milhões de dólares em 24 horas

O fecho da sessão bolsista de quinta-feira foi marcado por uma quebra dos índices, após várias notícias darem conta que o presidente Joe Biden está a considerar aumentar os impostos aos americanos que apresentem ganhos superiores a 400 mil dólares (331,7 mil euros) anuais.

As criptomoedas perderam 260 mil milhões de dólares (215,63 mil milhões de euros) nas últimas 24 horas, depois da Bitcoin atingir o valor mais baixo dos últimos tempos, fixando-se abaixo dos 50 mil dólares (41,5 mil euros), revela a “CNBC”.

A esta hora, a Bitcoin está a perder 11,24% para 48.204,2 dólares, com a Ethereum a cair 12,64% para 2.179,51 dólares e a XRP a depreciar 20,75% para 1.031 dólares.

As moedas digitais são conhecidas pelas suas oscilações de preço, que por vezes são consideradas drásticas, mas o mercado ainda não deu explicações sobre o que tem motivado as vendas dos investidores nos últimos dias. “O mercado aumentou bastante e provavelmente está arrefecer antes da próxima etapa”, apontou Vijay Ayyar, chefe de desenvolvimento de negócios da bolsa de criptomoedas Luno, como potencial razão à “CNBC”.

O fecho da sessão bolsista de quinta-feira foi marcado por uma quebra dos índices, após várias notícias darem conta que o presidente Joe Biden está a considerar aumentar os impostos aos americanos que apresentem ganhos superiores a 400 mil dólares (331,7 mil euros) anuais.

Ayyar adiantou que esta quebra no mercado de ações afetou também os ativos de risco, segmento no qual as criptomoedas se inserem. Só em 2021, a Bitcoin já viu o seu valor subir 71%, enquanto a Ethereum cresceu mais de 200%.

De relembrar que o valor da Bitcoin, e consequentemente outras moedas digitais, começou a subir desenfreadamente depois do CEO da Tesla adquirir 1,5 mil milhões de dólares em bitcoins e de anunciar que futuramente a fabricante de automóveis elétrica irá aceitar a moeda digital como forma de pagamento.

Vários players do mercado financeiro, entre os quais a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, apelidaram as criptomoedas como “um ativo altamente especulativo” devido às suas oscilações de preço.

Diversas autoridades mundiais já se encontram a procurar uma forma de regular as moedas digitais, apontando este como um investimento alternativo, de forma a evitar rápidos enriquecimentos e também rápidas perdas no mercado de ações.

Ler mais

Recomendadas

Dow Jones e S&P 500 terminam semana de ganhos com novos recordes

Uma das cotadas que se destacaram em Nova Iorque foi a tecnológica Roku, que disparou mais de 11% depois de apresentar bons resultados trimestrais.

PSI-20 fecha semana no ‘verde’ com CTT a dispararem quase 10%

Praça lisboeta terminou a sessão a valorizar 1,16%, para 5,150.59 pontos nesta sexta-feira, seguindo a tendência das congéneres europeias.

Wall Street abre em terreno positivo e ignora dados do emprego nos EUA

A sessão desta sexta-feira também abriu com as empresas de tecnologia e de vacinas a verde. É disso exemplo Twitter, Apple, Johnson & Johnson ou AstraZeneca.
Comentários