Crise no PSD: Rio acusa Montenegro de “fazer o jogo” do PS e de Costa

“Não há memória de na historia da democracia portuguesa, um dirigente ter lançado tamanha confusão e instabilidade no seu partido a tão pouco tempo das eleições. É difícil imaginar melhor serviço ao PS e ao Governo”, acusou o presidente do PSD, referindo-se a Luís Montenegro.

A proposta, que consta no programa do PSD, de investir na criação de um TGV para ligar o sul ao norte do país deixou o PS “perplexo”. Perante as críticas, Rui Rio desmentiu quer avançar com o TGV e afirmou que António Costa se “deixou levar pelas notícias”.

O presidente do PSD veio a público acusar Luís Montenegro de estar a favorecer o Governo PS, ao tentar convocar eleições internas num ano em que vão ter lugar as eleições e as legislativas.

Rui Rio também anunciou a convocatória de um conselho nacional extraordinário para apreciar e votar uma moção de confiança à sua liderança.

“Não há memória de na historia da democracia portuguesa um dirigente partidário ter lançado tamanha confusão e instabilidade no seu partido a tão pouco tempo das eleições. É difícil imaginar melhor serviço ao PS e ao Governo”, acusou Rui Rio este sábado num discurso no Porto transmitido pela SIC Notícias.

“Lançar o PSD numa nova disputa interna a beira de eleições é fazer o jogo do PS e prestar um serviço de primeiríssima qualidade a António Costa”, disse Rui Rio.

Recorde-se que na sexta-feira, o antigo líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, exigiu que Rui Rio convocasse imediatamente eleições diretas no PSD, e anunciou a sua candidatura à liderança dos sociais-democratas.

Relacionadas

Rui Rio já convocou reunião extraordinária do Conselho Nacional do PSD

Pouco mais de 24 horas passadas sobre a avançada de Luís Montenegro, Rui Rio ripostou de forma dura e quer tudo clarificado no PSD.
Recomendadas

Marcelo diz que respeita escolha de Costa Silva pelo primeiro-ministro

Presidente diz respeitar as “escolhas feitas pelo primeiro-ministro quanto a colaboradores com importância e particular responsabilidade para missões específicas”, referindo-se ao novo conselheiro económico de António Costa.

PSD junta-se ao BE e PCP para pedir apreciação parlamentar do decreto das PPP na saúde

Os social-democratas acompanham a intenção dos bloquistas e comunistas por considerarem que o novo regime introduz elementos que podem levar à “desvalorização de critérios de racionalidade e eficiência administrativas”.

10 de Junho celebrado nos Jerónimos com discursos de Tolentino Mendonça e do Presidente

O Dia de Portugal vai ser assinalado com uma “cerimónia simbólica” no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, às 11:00 de 10 de Junho, com discursos do presidente das comemorações, cardeal Tolentino Mendonça, e do chefe de Estado.
Comentários