CTT e F. Ramada valorizam PSI 20 em linha com a Europa. Cofina cai quase 2%

O principal índice bolsista português iniciou a sessão desta sexta-feira a somar 0,26%, para 4.869,91 pontos, seguindo a tendência das suas congéneres na Europa.

Reuters

O principal índice bolsista português, PSI 20, valoriza 0,26%, para 4.869,91 pontos, na abertura da sessão desta sexta-feira, seguindo a tendência europeia.

Como principais responsáveis estão a Francisco Ramada que cresce 1,61%, para 6,30 euros e os CTT que sobem 1,23%, para 1,89 euros. Também com sinal positivo estão a Ibersol, que valoriza 0,99%, para 8,18 euros e a construtora Mota-Engil, que cresce 0,88%, para 1,94 euros.

Em terrenos negativos estão o BCP que cai 0,43%, para 0,20 euros, a Corticeira-Amorim que desce 0,33%, para 9,01 euros e a Pharol que deprecia 0,17%, para 0,11 euros. Também em queda estão as ações da Cofina, que tombam 1,96%, para 0,50 euros.

Nas praças europeias todas as cotadas abriram a sessão a negociar no ‘verde’. Na Alemanha, o DAX sobe 0,47%, no Reino Unido, o FTSE 100 cresce 0,70%, o francês CAC 40 valoriza 0,45%, o holandês AEX sobe 0,46%. Em Espanha, o IBEX35 ganha 0,40% e o italiano FTSE MIB cresce 0,28%.

A cotação do barril de Brent sobe 0,12%, para 59,99 dólares, enquanto a cotação do crude WTI cresce 0,11%, para 55,41 dólares por barril.

No mercado cambial o euro desvaloriza 0,06%, para 1,10 dólares.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street em alta à boleia do PIB chinês

Para além do PIB chinês, os investidores centraram a sua atenção nos dados económicos americanos.

Moody’s mantém ‘rating’ de Portugal inalterado

Agência norte-americana não se pronunciou sobre a notação da dívida soberana portuguesa, que se mantém em ‘Baa3’ e perspetiva ‘positiva’. Tal como na primeira avaliação do ano passado, a Moody’s atualizou apenas o calendário indicativo da próxima avaliação, marcada para 17 de julho.

EDP valoriza PSI 20 no fecho da sessão e em sintonia com as praças europeias

Praça lisboeta fechou a sessão desta sexta-feira com uma subida de 0,16% para 5.315,53 pontos, seguindo a tendências das suas congéneres europeias.
Comentários