CTT impulsiona PSI-20 para terreno positivo em linha com praças europeias

O PSI 20 acabou a valorizar 0,48% para 4.400,78 pontos impulsionada pelas ações da Mota-Engil e CTT. Esta é a terceira sessão consecutiva de ganhos para o índice nacional.

Cristina Bernardo

O principal índice bolsista português encerrou a sessão, desta quarta-feira em terreno positivo à semelhança das congéneres europeias. Assim, o PSI-20 acabou a valorizar 0,48% para 4.400,78 pontos impulsionada pelas ações da Mota-Engil e CTT. Esta é a terceira sessão consecutiva de ganhos para o índice nacional.

A empresa de construção civil registou o maior ganho desta sessão, tendo valorizado 3,43% para 1,268 euros, um dia depois de ter sido classificada como a 28ª melhor construtora com origens europeias e a 76ª maior construtora mundial cotada em bolsa, de acordo com o ‘ranking’ ‘Global Powers of Construction’, elaborado pela consultora Deloitte.

Já os CTT avançam para terreno positivo subindo 3,21% para 2,57 euros num dia em que se preparam para divulgar os dados referentes ao segundo trimestre deste ano.

A acompanhar a tendência positiva na ordem dos 1% surge a Altri (2,37% para 4,41 euros), a Novabase (1,86% para 3,290 euros), a Semapa (1,52% para 8,01 euros) e o BCP (1,38% para 0,1030 cêntimos).

As ações da EDP sobem 0,59% para 4,40 euros, com a notícia de que António Mexia investiu 26 milhões de euros em novas ações da energética, enquanto que os espanhóis investiram 74 milhões de euros para continuar com 7% da EDP. A cotação dos direitos de subscrição ao aumento de capital de 1,02 mil milhões de euros da energética para financiar parte da compra da espanhola Viesgo sobem 12,65% para 0,0971 euros cada na Euronext Lisbon.

Em terreno negativo surge a Nos (0,95% para 3,74 euros), a Pharol (0,17% para 0,1150 cêntimos) e a Jerónimo Martins (0,17% para 14,30 euros).

“Bolsas europeias fecham em alta pelo terceiro dia consecutivo (Dax é a exceção, uma vez que encerrou a sessão de ontem no vermelho) recuperando já parte das perdas registadas na semana passada”, escreve Ramiro Loureiro, analista do Millenium investment banking.

Olhando para as praças europeias, a inglesa Ftse100 sobe 1,07% para 6,100 pontos, seguindo-lhe a francesa CAC40 que valoriza 0,90% para 4,933 pontos. As restantes DAX, EuroStx50 e IBEX 35 sobem 0,47% para 12,660 pontos, 0,43% para 3,268 pontos e 0,26% para 7,040 pontos, respetivamente.

“No seio empresarial destaque para a subida da Dialog, após divulgar os resultados do 2.ºtrimestre, enquanto no plano macroeconómico foi revelado que o PMI Serviços na Zona Euro se expandiu a um ritmo inferior ao esperado no mês de julho. Também as vendas a retalho na região demonstram um crescimento inferior ao aguardado pelos analistas no mês de junho.”, continua.

Ler mais

Recomendadas

Bolsas europeias em correção. BCP e Galp pressionam PSI-20

Praças europeias fecham em correcção esta terça-feira, com perdas. PSI-20 recuou 1,35%, pressionado pelo BCP e pela energia. Queda do Brent penalizou a Galp.

Investidores indecisos em Wall Street aguardam primeiro debate entre Biden e Trump

Em Wall Street, o industrial Dow Jones desce 0,29% para 27,505.21 pontos, o generalista S&P recua 0,04% para 3,350.06 pontos e o tecnológico Nasdaq ganha 0,07% para 11,125.46 pontos.

BCP e Altri continuam a manter PSI 20 no ‘vermelho’

Praça lisboeta está agora a cair 0,57%, para 4.064,71 pontos nesta terça-feira, seguindo a tendência das suas congéneres europeias.
Comentários