CTT testa ‘drones’ para entrega de correio

Depois da Marmita Voadora, a ‘Connect Robotics’ demonstrou o seu serviço de entregas por drones à CTT.

Durante três dias, os CTT – Correios de Portugal testaram um drone para entrega de correio. A experiência, organizada pela startup ‘Connect Robotics’, foi testada num percurso de três quilómetros, feito em cerca de sete minutos.

O Centro de Distribuições dos CTT foi o ponto de partida da operação, que terminou na sede da empresa, no Parque das Nações. Por se tratar de uma área controlada pelo Aeroporto Humberto Delgado, o voo teve apenas uma altitude de 30 metros.

“O nosso serviço é, sem dúvida, uma mais valia para a distribuição de cartas ou encomendas. Um drone é mais rápido, mais silencioso, menos dispendioso e ninguém tem de perder tempo para se deslocar. Acreditamos que este será o método mais utilizado para a distribuição de pequena mercadoria, no futuro”, afirma Eduardo Mendes, CEO da Connect Robotics.

Depois da Marmita Voadora – projeto realizado com a Santa Casa da Misericórdia e a Câmara Municipal de Penela –   que entregou refeições ao último habitante da aldeia de Podentinhos, a ‘Connect Robotics’ demonstrou o seu serviço de entregas por drones à CTT.

A viabilidade da tecnologia está em análise pelos decisores dos Correios.

 

Recomendadas

Ministro da Economia pela primeira vez no Modtissimo

Manuel Caldeira Cabral vai estar no mais antigo certame ibérico do setor, que este ano espera mais de 400 compradores internacionais.

Autoestradas nacionais: uma rede a funcionar ao contrário

Um estudo da Associação Comercial do Porto afirma que a rede é ineficiente, cara e não serve os propósitos da sua criação. O Governo parece estar de acordo.

Nuno Amado: “Taxas de juro do crédito no último ano demonstram que a concorrência foi normalizada em Portugal”

Em entrevista ao jornal “Público” o agora presidente não executivo do BCP fala das mudanças no banco e também da exposição que os bancos portugueses tiveram no mercado internacional.
Comentários