Dez concelhos de quatro distritos do país em risco muito elevado de incêndio

Estão sob alerta os concelhos de Mogadouro, no distrito de Bragança, Mação, no distrito de Santarém, Gavião, no distrito de Portalegre, e Vila do Bispo, Lagos, Faro, Silves, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira, no distrito de Faro, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

eEPA/ANTIONIO JOSE

Dez concelhos dos distritos de Bragança, Santarém, Portalegre e Faro apresentam este sábado risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação do IPMA, estão sob este alerta os concelhos de Mogadouro, no distrito de Bragança, Mação, no distrito de Santarém, Gavião, no distrito de Portalegre, e Vila do Bispo, Lagos, Faro, Silves, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira, no distrito de Faro.

O IPMA colocou ainda em risco elevado de incêndio vários concelhos dos distritos Beja, Santarém, Castelo Branco e Portalegre, Guarda, Bragança, Vila Real, Leiria e Lisboa.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje em Portugal continental céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral a norte do Cabo Raso até meio da manhã.

Durante a tarde, prevê-se um aumento temporário de nebulosidade no interior, em especial do Norte e Centro, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros e trovoada dispersos nas terras altas.

O vento soprará fraco a moderado do quadrante norte, temporariamente de sudoeste na costa sul do Algarve durante a tarde, e por vezes forte na faixa costeira ocidental a sul do Cabo Carvoeiro e nas terras altas a partir da tarde.

As previsões apontam ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral Norte e Centro e uma pequena subida de temperatura, em especial da mínima.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 32 graus centígrados em Évora, 31 em Beja, 30 em Bragança, 29 em Faro, 27 em Lisboa, 24 em Sagres, 21 no Porto e em Viana do Castelo.

Recomendadas

DBRS vê economia portuguesa a crescer 4,5% este ano, mas num cenário adverso retoma poderá ser de 1%

A agência com sede em Toronto prevê ainda que num cenário moderado a taxa de desemprego em Portugal deverá atingir os 7% este ano e 7,5% em 2022. Já num cenário adverso prevê que suba para 8% em 2021 e 9% em 2022.

IRC mínimo: “Pode até nem ter impacto significativo nas empresas portuguesas”, diz Samuel de Almeida

Acordo do G7 passa por taxa mínima de 15% a aplicar ao imposto sobre os lucros das empresas independentemente da localização fiscal para evitar o desvio dos lucros para serem tributados em jurisdições com menos impostos. Fiscalista da VdA analisa medida e minimiza consequências para as empresas portuguesas, salvaguardando que ainda não se conhecem as regras.

Efeitos do Brexit. Exportações de alimentos e bebidas do Reino Unido para a UE caíram para metade

A Food and Drink Federation disse que a queda justifica-se “em grande parte” devido à mudança nas relações comerciais do Reino Unido e a pandemia. O governo britânico desvalorizou os dados e disse que “ainda é muito cedo para tirar conclusões concretas”.
Comentários