Do “fuck him” a Rui Costa ao “faz parte da natureza humana contrair dívidas”: As 10 frases mais polémicas de Joe Berardo

Na última década, o comendador foi o protagonista de algumas frases polémicas sobre o Benfica, Rui Costa, o BCP, Jardim Gonçalves, dívidas ou a sua colecção de arte.

Joe Berardo foi o protagonista da Comissão Parlamentar de Inquérito aos atos de gestão e recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que teve lugar na passada sexta-feira. Um dos principais momentos da audição aconteceu quando Berardo afirmou: “Eu, pessoalmente, não tenho dívidas”. Esta é apenas uma das frases mais conhecidas do empresário. Recorde as outras.

Benfica (2007)
1- “Pensa que faço isto para ganhar dinheiro? Claro que não. Faço isto para ajudar. Dou um prémio de 30 por cento acima (da cotação da véspera do anúncio). A tendência era para as acções descerem mais”.
2- “A equipa é fraca. É um lar de terceira idade. O Rui Costa diz que gosta muito do Benfica. Então porque é que não jogou lá quando tinha 25 anos? Então, ‘fuck him’!”

BCP (2010)
3-“Reduzir pensões de ex-administradores do BCP é missão”

Jardim Gonçalves (2011)

4- “Vai acabar mal para Jorge Jardim Gonçalves. Não se pode ser acima da lei”
5- “Um homem que levou à bancarrota e tem uma passadeira vermelha estendida pelos políticos… E agora escreve livros”

Dívidas (2011)
6- “Faz parte da natureza humana contrair cada vez mais dívidas. Quando as contraímos, não somos mal-intencionados, estamos a pensar pagar”

Economia (2011)
7- “Precisamos de um plano Marshall a nível europeu”

Coleção de arte (2016)
8-“O Estado só não compra a coleção se for estúpido”
9-“Muita gente pensa que colecionar é um negócio. Não é. Para mim, colecionar é preservar a nossa História”

Entrevista ao Jornal de Negócios, 2007
10-“Uns call me José Manuel, outros call me Joe, outros call me Comendador. (…) So, call me Joe.”

Ler mais
Recomendadas

Antonoaldo Neves: “Não é a primeira vez que a TAP paga prémios em anos de prejuízo”

A comissão executiva da TAP esta quinta-feira ser ouvida na Assembleia da República sobre prémios polémicos atribuídos a trabalhadores, após terminar o exercício de 2018 com prejuízos.

Prémios polémicos levam Comissão Executiva da TAP ao Parlamento. Assista ao debate

A comissão executiva da TAP está a ser ouvida na Assembleia da República sobre prémios polémicos atribuídos a trabalhadores, após terminar o exercício de 2018 com prejuízos. O requerimento para ouvir a comissão executiva da transportadora aérea foi apresentado pelo Bloco de Esquerda (BE), que classificou como “inaceitável” a decisão.

BCP diz que Sonangol não mudou de posição em relação à sua participação acionista

Miguel Maya, CEO do Millennium bcp disse ao Jornal Económico que “o BCP tem contacto permanente com os representantes do acionista Sonangol e pode confirmar que não há qualquer alteração à posição que oportunamente foi dada a conhecer por fontes oficiais ao mercado”.
Comentários