PremiumDobsware mergulha na realidade aumentada e prevê lançamento de protótipo em 2020

Empresa quer tornar a experência televisiva numa experência imersiva. O CEO da Dobsware diz que o conceito tem suscitado o interesse de investidores e que o próximo passo é a criação de uma demo.

A Dobsware quer utilizar a realidade aumentada e prevê o lançamento de um protótipo do footAR em 2020. Objetivo? Transformar a experiência televisiva numa experiência imersiva, em que se possa olhar para a televisão, apontar o smarthpone e, automaticamente, ter uma série de dados importantes dispostos de várias maneiras.

“Normalmente fazemos um processo de brainstorming para detetar uma necessidade de mercado ou oportunidade. Neste caso foi ao encontro dos nossos interesses, porque gostamos de seguir desportos com regularidade, e pareceu-nos que faltava um complemento de informação. Inicialmente fizemos um pitch para um programa internacional de aceleração, em Berlim. Fomos uma entre mais de 350 ideias, mas como foi uma das selecionadas isso validou de imediato o conceito”, explica David Olim, CEO da Dobsware, sobre o processo que levou ao desenvolvimento da ideia do footAR.

Depois desta fase de validação, a ideia foi testada na Web Summit, evento que serviu para expor este produto baseado em realidade aumentada.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 6 de dezembro.

Recomendadas

PremiumJurista Benja Satula diz que justiça poderia “facilmente” arrestar bens e empresas em Portugal

O combate ao enriquecimento ilícito em Angola vai subir de tom quando reabrir o ano judicial em Luanda. Ao Jornal Económico, o diretor do Centro de Investigação de Direito da Universidade Católica de Angola destaca a conivência de auditores e advogados nesta questão.

PremiumFunção Pública ganha 46% acima da média dos trabalhadores

Médicos, professores, militares e jornalistas são os que ganham mais no Estado. Número de licenciados inflaciona média e CGTP diz que valor deve ser medido do técnico operacional até ao técnico superior.

PremiumRangel Pharma vai investir mais 12 milhões de euros

Após dez anos de atividade na logística farmacêutica, Nuno Rangel, CEO do Grupo Rangel, revela um plano de investimentos a cinco anos para quase duplicar a área de armazenagem e criar mais 130 empregos em Portugal.
Comentários