Dow e S&P 500 revertem perdas depois de audição de Powell no Congresso

O discurso do presidente da Reserva Federal foi determinante para acalmar os mercados, que iam caindo devido às preocupações com uma subida das taxas de juro e da inflação. No mercado das criptos, a Bitcoin vai continuando a sua correção, arrastando títulos como a Tesla.

Wall Street fechou a sessão desta terça-feira mista, com o Dow Jones e o S&P 500 a conseguirem reverter as quedas profundas em que mergulharam no início do dia depois da intervenção de Jerome Powell, o responsável pela Reserva Federal, na sua audição no Senado

O Dow valorizou 0,04% até aos 31.537,35 pontos e o S&P 500 subiu 0,06% até aos 3.879,00, enquanto que o Nasdaq fechou a perder 0,5% para os 13.465,20, isto depois de ter estado a cair mais de 1%.

Os mercados norte-americanos conseguiram assim afastar a má prestação do início da sessão depois de Powell acalmar os investidores ao garantir que uma mudança de política monetária será anunciada bastante antes da sua entrada em vigor. O presidente da Fed sublinhou ainda que a inflação se encontra em valores demasiado fracos para deixar antever uma recuperação no imediato, prevendo que o progresso em direção a um retorno à normalidade tome ainda algum tempo.

Os sectores da energia e da banca foram assim dos principais beneficiados, reforçando as preferências procíclicas recentes dos investidores. Os títulos de empresas de energia, em particular, exibiram novamente ganhos fortes, com o sector a valorizar cerca de 1,8%, isto numa semana em que há expectativas de dados animadores relativos aos inventários norte-americanos de petróleo.

Já nas grandes tecnológicas, Microsoft e Apple registaram quedas de 0,53% e o,12%, respetivamente, apesar do efeito positivos das declarações de Powell, já que os títulos das ‘Big 5’ haviam sofrido recentemente com as preocupações com taxas de juro mais elevadas.

Já a Tesla conseguiu conter as preocupantes quedas da última sessão, mas encerrou a cair 2,22%, com a construtora automóvel de Elon Musk a ser castigada pelas correções no mercado de criptomoedas. A Bitcoin vai caindo mais de 10% poucos dias depois de ter atingido novos máximos absolutos, valendo agora 47.985,5o dólares (39.506,02 euros).

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha dia louco com ganhos expressivos à boleia da forte criação de emprego de fevereiro

Os índices norte-americanos viveram um dia de altos e baixos, com as quedas iniciais dos títulos bolsistas, que coincidiram com uma aceleração da taxa de juro dos títulos do Tesouro a 10 anos, a serem revertidas em ganhos expressivos depois de serem conhecidos os dados animadores sobre a criação de emprego.

Goldman eleva projeção de preço do petróleo após decisão da OPEP+

Goldman Sachs eleva a projeção do preço do petróleo, após a decisão da OPEP +, para os 75 dólares o barril de Brent, no curto prazo.

Galp dispara 4,69% e põe PSI-20 a fechar em alta em contraciclo com Europa

Energia e Banca destacam-se em dia de correção na maioria europeia. As yields e decisão da OPEP+ de manter os níveis de produção, justificam essa subida. Europa fechou a cair.
Comentários