É oficial: Em Almada, PS e PCP têm o mesmo número de mandatos

Inês de Medeiros (PS) conquistou a emblemática Câmara de Almada, em poder dos comunistas desde 1976. Mas socialistas e comunistas empataram no número de mandatos.

Após uma “anomalia” na ordenação dos partidos na freguesia da Costa da Caparica, no Concelho de Almada, os onze mandatos já foram todos atribuídos. Confirma-se, assim, o mesmo número de vereadores – quatro – quer para o PS quer para o PCP-PEV.

Inês de Medeiros (PS) conquistou a emblemática Câmara de Almada, em poder dos comunistas desde 1976. A ex-deputada do PS destronou Joaquim Judas, da CDU, que em 2013 tinha alcançado uma maioria absoluta de seis vereadores, por uma escassa diferença de 213 votos, com 38,73% dos votos.

Este ano, o PS aumentou a votação em Almada para 31,28% e a CDU tombou para 30,81% dos votos, perdendo dois vereadores. Seguiram-se o PSD com 14,07% dos votos, com dois mandatos, e o BE com 9,63% dos votos, um mandato.

Ao início da tarde, na página do Ministério da Administração Interna (MAI) indicava que a freguesia da Costa da Caparica se encontrava por apurar.

Fonte oficial do MAI esclareceu ao Jornal Económico que se deveu “apenas à necessária correção de anomalia”, na “ordenação dos partidos na freguesia da Caparica” e que não existiu “qualquer processo de recontagem de votos”.

 

Ler mais
Relacionadas

Resultado em Almada ainda não está fechado devido a “anomalia”

Dos onze mandatos em Almada, só cinco foram atribuídos.

Derrota do PCP nas autárquicas “não é uma boa notícia para Costa”, escreve o El País

O jornal espanhol ‘El País’ escreve que a descida da aprovação popular ao PCP pode significar que o eleitorado não aprova o consenso entre comunistas e o Governo para garantir a governação.

Os principais vencedores e derrotados das eleições autárquicas

Foi uma noite quase perfeita para António Costa, primeiro-ministro e líder do PS, com apenas dois espinhos: a perda da maioria absoluta em Lisboa e a transferência de nove presidências de câmaras municipais do PCP para o PS. Em contraste com o pesadelo vivido por Pedro Passos Coelho que, perante resultados catastróficos, admite não se recandidatar à liderança do PSD. No Porto, o independente Rui Moreira ganhou contra tudo e todos.

Partido a partido, o que fica das eleições autárquicas

Duas vitórias históricas, dois desaires e um empate.
Recomendadas

Governo estuda emissão de obrigações para empresas industriais

O Governo está a estudar lançar emissões de obrigações agrupadas para vários setores, nomeadamente o industrial, depois de anunciar hoje uma operação destinada a empresas de turismo, de acordo com o ministro Adjunto e da Economia.

Manifesto X de Pedro Duarte quer índice de “Felicidade Interna Bruta” a medir desenvolvimento nacional

Medida conta na lista de 100 propostas apresentadas esta segunda-feira pelo social-democrata Pedro Duarte, crítico da liderança de Rui Rio, para a construção de uma sociedade “de bem-estar e felicidade”, mais justa, inclusiva e ecologicamente sustentável.

Cabral dos Santos diz que “o grande problema da Investifino foi ter investido no BCP”

Os empréstimos à Investifino deram perdas à Caixa de 564 milhões, mesmo com uma reestruturação do crédito em 2009. Estas operações foram contratadas entre 2006 e 2007. E tinham como colaterais ações da Cimpor, BCP e Soares da Costa.
Comentários