Embaixador da Santa Sé para Cabo Verde: “Igreja não é favorecida com a Educação Moral e Religiosa este ano letivo”

O Económico Cabo Verde tem a informação que as duas dioceses de Santiago e do Mindelo já estão a trabalhar com o Ministério da Educação de Cabo Verde na preparação dos professores que vão lecionar a disciplina de Educação Moral e Religiosa em 13 escolas publicas em regime experimental.

O embaixador de Santa Sé para Cabo Verde considera que a Igreja Católica não esta a ser favorecida, em relação a outras convicções religiosas, com a introdução, este ano letivo, da Educação Moral e Religiosa, conforme previsto no acordo jurídico assinado em 2014 com Estado de Cabo Verde.

Monsenhor Michael Wallace Banach diz estar a par da polémica na sociedade cabo-verdiana sobre a decisão do Ministério da Educação em introduzir a disciplina de Educação Moral e Religiosa nas escolas publicas.

“Conheço muito bem as opiniões divergentes sobre esta matéria. Segundo o nosso parecer e da Santa Sé este acordo que prevê a introdução da disciplina de Educação Moral  e Religiosa nas escolas. É algo que respeita a cultura cabo-verdiana que é profundamente e cristão e católica, queremos é partilhar a nossa visão do Homem e da Humanidade”, disse 9 Núncio Apostólico à margem de uma visita que fez à Terceira Região Militar para se inteirar das condições em que vivem os soldados cabo-verdianos.

Monsenhor Michael Wallace Banach acrescenta ainda que esta decisão não é  “proselitismo”, mas sim uma tentativa de iniciar um dialogo sobre temas relacionados com a moral e a ética  que são importantes para a sociedade cabo-verdiana hoje no futuro.

Questionado sobre se não considera que a Igreja Católica está a ser favorecida pelo Estado em relação a outras convicções religiosas Monsenhor Michael Wallace Banach responde que não, uma vez que o acordo celebrado com a Santa Sé espelha o relacionamento com uma cultura profundamente cristã e católica e que a Igreja católica quer continuar a trabalhar neste sentido.

Sobre a preparação dos instrumentos pedagógicos, nomeadamente, o perfil do professor, os modelos de avaliação e o programa de ensino para a introdução da disciplina de Educação Moral nas escolas, o Núncio Apostólico referiu que a Santa Sé conhece os passos a serem a dados, mas que quem está a liderar o processo é a Igreja Católica cabo-verdiana.

O Económico Cabo Verde tem a informação que as duas dioceses de Santiago e do Mindelo  já estão a trabalhar com o Ministério da Educação de Cabo Verde na preparação dos professores que vão lecionar a disciplina de Educação Moral e Religiosa em 13 escolas publicas em regime experimental.

O Núncio Apostólico, embaixador de Santa Sé para Cabo Verde, está na capital cabo-verdiana para uma visita pastoral a convite da Paróquia Nossa Senhora da Graça da Praia, para presidir as cerimónias das festividades religiosas.

Esta quinta-feira, Dia de Nossa Senhora da Graça, padroeira da cidade, preside a Eucaristia na igreja Matriz.

Amanhã, Monsenhor Michael Wallace Banach visitará ainda o Hospital Agostinho Neto e será recebido em audiência pelo presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Jorge Santos.

Ler mais
Recomendadas

Sevenair Academy esclarece sobre cursos de formação em Cabo Verde

A empresa portuguesa, que opera em quatro geografias, afirma que, apesar de não ser certificada pela AAC, “a formação pode ser dada, desde que no âmbito de outra certificação como a EASA [Agência Europeia para a Segurança da Aviação]”.

Escreve contos infantis? Instituto Camões e Trofa organizam concurso para a lusofonia

O objetivo é premiar autores e ilustradores de Portugal, Cabo Verde, Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor. Há um prémio máximo de 2 mil euros.

Bolsa de Cabo Verde: “Desafio é atrair outros financiadores, que não terão necessariamente de financiar”

O presidente da Bolsa de Valores cabo-verdiana fez o balanço do Cabo Verde Investment Forum 2019: “Tivemos um bom número de Espanha, Portugal, França, EUA, Luxemburgo, Nigéria”.
Comentários