Embaixador da Santa Sé para Cabo Verde: “Igreja não é favorecida com a Educação Moral e Religiosa este ano letivo”

O Económico Cabo Verde tem a informação que as duas dioceses de Santiago e do Mindelo já estão a trabalhar com o Ministério da Educação de Cabo Verde na preparação dos professores que vão lecionar a disciplina de Educação Moral e Religiosa em 13 escolas publicas em regime experimental.

O embaixador de Santa Sé para Cabo Verde considera que a Igreja Católica não esta a ser favorecida, em relação a outras convicções religiosas, com a introdução, este ano letivo, da Educação Moral e Religiosa, conforme previsto no acordo jurídico assinado em 2014 com Estado de Cabo Verde.

Monsenhor Michael Wallace Banach diz estar a par da polémica na sociedade cabo-verdiana sobre a decisão do Ministério da Educação em introduzir a disciplina de Educação Moral e Religiosa nas escolas publicas.

“Conheço muito bem as opiniões divergentes sobre esta matéria. Segundo o nosso parecer e da Santa Sé este acordo que prevê a introdução da disciplina de Educação Moral  e Religiosa nas escolas. É algo que respeita a cultura cabo-verdiana que é profundamente e cristão e católica, queremos é partilhar a nossa visão do Homem e da Humanidade”, disse 9 Núncio Apostólico à margem de uma visita que fez à Terceira Região Militar para se inteirar das condições em que vivem os soldados cabo-verdianos.

Monsenhor Michael Wallace Banach acrescenta ainda que esta decisão não é  “proselitismo”, mas sim uma tentativa de iniciar um dialogo sobre temas relacionados com a moral e a ética  que são importantes para a sociedade cabo-verdiana hoje no futuro.

Questionado sobre se não considera que a Igreja Católica está a ser favorecida pelo Estado em relação a outras convicções religiosas Monsenhor Michael Wallace Banach responde que não, uma vez que o acordo celebrado com a Santa Sé espelha o relacionamento com uma cultura profundamente cristã e católica e que a Igreja católica quer continuar a trabalhar neste sentido.

Sobre a preparação dos instrumentos pedagógicos, nomeadamente, o perfil do professor, os modelos de avaliação e o programa de ensino para a introdução da disciplina de Educação Moral nas escolas, o Núncio Apostólico referiu que a Santa Sé conhece os passos a serem a dados, mas que quem está a liderar o processo é a Igreja Católica cabo-verdiana.

O Económico Cabo Verde tem a informação que as duas dioceses de Santiago e do Mindelo  já estão a trabalhar com o Ministério da Educação de Cabo Verde na preparação dos professores que vão lecionar a disciplina de Educação Moral e Religiosa em 13 escolas publicas em regime experimental.

O Núncio Apostólico, embaixador de Santa Sé para Cabo Verde, está na capital cabo-verdiana para uma visita pastoral a convite da Paróquia Nossa Senhora da Graça da Praia, para presidir as cerimónias das festividades religiosas.

Esta quinta-feira, Dia de Nossa Senhora da Graça, padroeira da cidade, preside a Eucaristia na igreja Matriz.

Amanhã, Monsenhor Michael Wallace Banach visitará ainda o Hospital Agostinho Neto e será recebido em audiência pelo presidente da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Jorge Santos.

Ler mais
Recomendadas

Mais de 300 trabalhadores pediram subsídio para quarentena em Cabo Verde

Nos meses de abril, maio e junho, o instituto público que gere as pensões cabo-verdianas recebeu 335 pedidos para atribuição do subsídio por isolamento profilático, uma quarentena estipulada em 14 dias, no valor equivalente a 70% do salário mensal auferido pelo trabalhador.

Orçamento da CPLP para 2021 terá “crescimento zero” mas redução de custos

O orçamento da organização, suportado pelas contribuições dos seus nove Estados-membros, foi de 2.734.731,15 euros para o exercício de 2020. O Conselho de Ministros extraordinário deve realizar-se entre 7 e 9 de dezembro.

Cabo Verde prevê linhas de crédito para pequenos produtores agropecuários

Agricultura representa 8% do PIB de Cabo Verde. Governo cabo-verdiano fala na necessidade de medidas extraordinárias e urgentes “de modo a evitar interrupções na produção e no abastecimento regular de alimentos à população”.
Comentários