Energia e BCP empurram bolsa portuguesa para perdas

O PSI-20 desvalorizou 0,16%, para 5.615,38 pontos, no encerramento da sessão desta sexta-feira.

Brendan McDermid/Reuters

A bolsa portuguesa encerrou a sessão desta sexta-feira, dia 8 de junho, em baixa, acompanhando o pessimismo das praças europeias no fecho de sessão desta tarde. O principal índice nacional, PSI-20, desvalorizou 0,16%, para 5.615,38 pontos, pressionado pelas perdas do setor energético e do BCP.

As ações do banco fecharam com uma queda de 1,89%, para 0,2654 euros. A Galp Energia registou um recuo de 1,95%, para 16,0850 euros. Também no setor da energia, a EDP Renováveis caiu 0,61% e a REN tombou 1,27%, para 2,3340 euros.

A dar a cor ‘vermelha’ à praça lisboeta estiveram ainda: a Mota-Engil (-1,23%), os CTT – Correios de Portugal (-1,20%), a F. Ramada (que liderou as perdas com -3,09%, para 9,400 euros), a NOS (-0,34%), a Jerónimo Martins (-0,86%) e a Pharol (-1,52%).

Nem as papeleiras salvaram a bolsa de Lisboa. A Altri teve um disparo de 3,76%, para 8,8400 euros; a Semapa valorizou 2,56%, para 23,600 euros, e a Navigator avançou 3,60%, para 5,900 euros. A ‘verde’ ainda a Ibersol (+0,92%, para 11,000 euros), a EDP- Energias de Portugal (+0,18%, para 3,3760 euros) e a Corticeira Amorim (+1,96%,  para 11,4400 euros).

Nas restantes bolsas europeias, o índice alemão DAX fechou com uma queda de 0,36%, o francês CAC 40, em contraciclo com a Europa, ganhou 0,03%, o holandês AEX deslizou 0,36%, o espanhol IBEX 35 resvalou 0,83%, o britânico FTSE 100 desvalorizou 0,24 e o italiano FTSE MIB tombou quase 2%: 1,92%.

“Foi uma sexta-feira que acabou por encerrar com saldo negativo para generalidade das praças europeias. Sinais de fraqueza deixados pelos dados de produção industrial e de exportações na Alemanha limitaram o sentimento, à entrada para uma reunião do G7 onde a guerra comercial deve ser um dos temas em cima da mesa. A próxima semana será vincada pelas decisões de política monetária da Fed e do BCE, o que pode justificar alguma cautela por parte dos investidores nestes dias que antecedem as comunicações”, resume Ramiro Loureiro, Mtrader, Millennium bcp.

No mercado petrolífero, o Brent perde 0,98%, para 76,56 dólares, e o crude WTI recua 0,55%, para 65,59 dólares. Quanto ao mercado cambial, o euro desliza 0,29%, para 1,1764 dólares, e a libra tomba 0,16%, para 1,3402 euros.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha semana no verde com perspetiva de estímulo à economia a sobrepor-se à fraca criação de emprego

Apesar dos fracos números da criação de emprego em novembro, os mercados animaram-se com as declarações de Nancy Pelosi sobre um possível acordo bipartidário para um pacote de estímulos à economia americana, isto depois do líder do Senado ter admitido o mesmo na quinta-feira.

Bolsa de Lisboa fecha em alta numa sessão animada em toda a Europa

Galp dispara mais de 5% com subida do preço do petróleo, após o anúncio de um acordo da OPEP+ em suavizar os aumentos previstos de produção de crude. O BCP fechou em alta de mais de 2% e já está acima dos 12 cêntimos.

Vencedor de concurso da Católica Porto Investment Club alerta que CBDC são “questão de segurança nacional”

Nuno Loureiro, vencedor do concurso Champion Chip 2020, organizado pela Católica Porto Investment Club, alerta que a infraestrutura tecnológica que suporta moedas digitais emitidas por um banco central (CBDC) poderão ser alvo de ataques cibernéticos de outros Estados.
Comentários