30 de novembro e 7 de dezembro: escolas fechadas, função pública não trabalha e Governo pede a empresas para dispensarem trabalhadores

O primeiro-ministro também anunciou hoje que o país vai passar a estar divido em quatro escalas consoante o nível de novos casos que apresentar.

António Costa | Twitter

As escolas vão estar fechadas nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro, os dias antes dos feriados de 1 de dezembro e 8 de dezembro, anunciou hoje o Governo.

Além das escolas, o executivo também vai dar tolerância de ponto aos trabalhadores da administração pública.

Ao mesmo tempo, o Governo também apelou às empresas para dispensarem os seus trabalhadores durante este período.

“Para termos um mês de dezembro com um ritmo de circulação diminuído”, justificou António Costa.

O Governo também anunciou hoje que entre a circulação entre concelhos vai estar interdita durante o período dos dois feriados de dezembro, nos dias 1 e 8, ambos terça-feira.

No primeiro feriado, a circulação vai ficar assim proibida entre as 23 horas de 27 de novembro e as 5 horas de 2 de dezembro.

No segundo feriado, a circulação vai ficar interdita entre concelhos entre as 23 horas de 4 de dezembro e as 5 horas de 9 de dezembro.

Portugal vai passar a estar dividido em quatro zonas de risco a partir de 24 de novembro e até 8 de dezembro, anunciou também o primeiro-ministro no briefing do conselho de ministros.

Notícia corrigida: as datas previstas de encerramento de escolas, dos serviços da administração pública e eventualmente de empresas privadas são os dias 30 de novembro e 7 de dezembro.

Ler mais

Relacionadas

Máscara passa a ser obrigatória no local de trabalho

António Costa anunciou hoje quais as medidas que vão vigorar entre 24 de novembro e 8 de dezembro durante a renovação do Estado de Emergência.

Governo vai proibir circulação entre concelhos nos feriados de 1 e 8 de dezembro

O primeiro-ministro anunciou hoje quais as medidas que vão vigorar entre 24 de novembro e 8 de dezembro durante o Estado de Emergência.
Recomendadas

Comissão Europeia propõe prolongar até fim do ano regras flexíveis para ajudas estatais

Para já, Bruxelas enviou às 27 capitais um esboço de proposta, para consulta, e, de acordo com Vestager, o “caminho a seguir” será decidido “tendo em conta os pontos de vista de todos os Estados-Membros e a necessidade de preservar uma concorrência efetiva no mercado único”.

Empresário da água e das vacinas torna-se no homem mais rico da Ásia

O património líquido de Zhong Shanshan atingiu um pico de 95 mil milhões de dólares (78,3 mil milhões de euros) no início de janeiro deste ano, e agora situa-se nos 84,7 mil milhões de dólares (69,8 mil milhões de euros), de acordo com o Índice de bilionários da “Bloomberg”.

UTAO estima que défice ajustado foi de 9.136 milhões de euros até novembro

O saldo das contas públicas ajustado de fatores que limitam a comparabilidade homóloga foi de -9.136 milhões de euros até novembro de 2020, de acordo com um relatório da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) hoje divulgado.
Comentários