Estado da Região: PS defende baixa fiscalidade e aposta na diversificação da economia

O PS considerou que a região deve diminuir a dependência do exterior, aumentar a produção regional, atrair mais investidores, reter quadros, e apostar em novos setores.

No debate do Estado da Região, que decorre na Assembleia Legislativa da Madeira, o PS defendeu que a região deve ser uma região de baixa fiscalidade, e que devem ser promovidas políticas que permitam uma maior diversificação na economia regional.

O deputado do PS Madeira, Paulo Cafôfo, sublinhou que a Madeira tem de diminuir a dependência do exterior, aumentar a produção regional, atrair mais investidores, reter quadros, e apostar em novos setores e diversificar a economia.

Para além da baixa fiscalidade, Cafôfo sublinhou que é preciso também apostar em áreas como a educação, e a ciência.

O socialista defendeu que os “apoios tímidos”, anunciados pelo executivo madeirense, tardam em chegar às empresas e pessoas, e criticou o Governo da Madeira por não ter aceite o convite do PS para elaboração de um Programa de recuperação económica e social.

Cafôfo sublinhou que se a Madeira for bem sucedida no combate à pandemia do coronavírus covid-19 “pode ir para novo ciclo”, mas se tal não conseguir a região vai sofrer um  um retrocesso estrutural.

O socialista diz que se a região falhar no combate à pandemia isto constituirá uma derrota do Governo, do líder do executivo madeirense, Miguel Albuquerque, e da região, e que estaremos a hipotecar uma geração.

O deputado do PS disse ainda que a pandemia deixou 44 mil pessoas em layoff funcionários, e alertou que muitos deles podem cair no desemprego.

Ler mais
Recomendadas

Funchal dinamiza terceira edição de festival de Fado de 29 de setembro a 4 de outubro

O Fado Funchal vai ter lugar em vários palcos da cidade, nomeadamente no Parque de Santa Catarina, no Teatro Municipal Baltazar Dias e no Largo da Capela do Corpo Santo.

Madeira: Número de postos de trabalho na Administração Regional cresce no segundo trimestre

Em abril de 2020, a remuneração base média mensal na ARM foi de 1.529,3 euros, tendo crescido 7,5% em termos homólogos, enquanto o ganho médio mensal (que corresponde ao agregado das remunerações de base, prémios, subsídios ou suplementos) fixou-se em 1.749,4 euros, observando-se uma variação homóloga de crescimento em 7,1%.

Madeira: Turismo reforça aposta no ‘Madeira Outdoor Summit’

O ‘Madeira Outdoor Summit’ tem como objetivo a troca de experiências e conhecimentos dos oradores ligados às atividades que podem ser praticadas na Madeira e Porto Santo ao longo de todo o ano.
Comentários