Estados Unidos colocam 150 países na lista vermelha para viajar (com áudio)

De acordo com o gabinete, este nível de alerta não proíbe os americanos de voar para estes países, sendo apenas uma recomendação de desaconselhamento para viajar, dado os elevados casos de SARS-CoV-2 que têm surgido nos territórios.

Os Estados Unidos colocaram 116 países na lista de nível quatro, que desaconselha os seus cidadãos a não viajar para os destinos em questão, indica a “Reuters”. Entre os países visados na lista vermelha estão Reino Unido, Canadá, França, Israel, México e Alemanha, com o Departamento de Estado a classificar estes países com “níveis elevados de Covid-19”.

Na passada segunda-feira, o Departamento de Estado já tinha revelado aumentar o número de países na lista em que desaconselham as viagens, englobando cerca de 80% dos países de todo o mundo. Nessa data, os Estados Unidos contavam com 34 países na lista, um valor que subiu esta semana para os 150.

Também Portugal está na lista onde as viagens são desencorajadas.

Em resposta à alteração, o Departamento de Estado apontou que a alteração na lista de alerta não implicava uma reavaliação da atual situação de saúde dos países mas que esta mudança “reflete um ajuste no sistema de Assessoria de Viagem do Departamento de Estado para se basear nas avaliações dos epidemiologistas.

De acordo com o gabinete, este nível de alerta não proíbe os americanos de voar para estes países, sendo apenas uma recomendação de desaconselhamento para viajar, dado os elevados casos de SARS-CoV-2 que têm surgido nos territórios. Outros países incluídos na lista são Finlândia, Egito, Turquia, Itália, Suécia, Suíça e Espanha. Por enquanto, a China e o Japão permanecem no terceiro alerta onde as viagens têm de ser ponderadas.

Devido às restrições aplicadas por vários países europeus, os cidadãos americanos ficaram de fora de muitas listas que permitiam a sua deslocação. Também a cidade de Washington proibiu a entrada a cidadãos não-americanos que estiveram recentemente na China, Brasil, Irão, África do Sul e em vários países da Europa.

Ler mais
Recomendadas

Mantém-se tendência de queda de novos contágios na Alemanha

A incidência semanal foi de 119,1 infeções por 100 mil habitantes, o que representa um ligeiro aumento em relação ao dia anterior (118,6), mas uma diminuição em relação às 146,9 infeções por 100 mil habitantes da última segunda-feira.

Covid-19: França começa a vacinar pessoas a partir dos 50 anos

Atualmente, cerca de 17,7 milhões de residentes em França já receberam pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19, o que significa 26,4% da população total.

Covid-19: Itália com 8.292 novos casos e menor número de mortos desde outubro

Em Itália já foram infetadas 4.111.210 pessoas desde que em fevereiro do ano passado foi detetado o primeiro caso de covid-19 no país.
Comentários