Estados Unidos: senadora democrata Kirsten Gillibrand oficializa candidatura

É o décimo quinto elemento dos democratas a avançar para as primárias, que prometem estar à pinha de candidatos que querem medir forças contra Donald Trump.

A senadora de Nova York Kirsten Gillibrand oficializou este domingo a sua candidatura às primárias democratas para as eleições presidenciais norte-americanas de 2020, algumas semanas após a criação de uma comissão exploratória.

Num vídeo divulgado hoje de manhã, a senadora de 52 anos discorre sobre o tema da coragem, referindo que o hino nacional norte-americano coloca a questão: “A coragem vencerá?”

“Bem, nem sempre assim foi e não é o caso no momento”, diz, considerando que ser corajoso não é “por as pessoas umas contra as outras”, “privilegiar o dinheiro à vida”, “espalhar o ódio”, “obscurecer a verdade”, “construir um muro”.

“Isto é o que o medo faz”, refere, para defender que o país precisa de um líder que faça “escolhas corajosas e ousadas” e de “alguém que não tema o progresso”. “É por isto que me candidato a presidente”, afirma Gillibrand.

O anúncio da candidatura oficial era esperado depois da senadora democrata ter anunciado em meados de janeiro na televisão CBS a formação de uma comissão exploratória, uma etapa decisiva para entrar na corrida.

Entretanto passou mais de um mês a viajar pelo país para avaliar o apoio à sua candidatura. Kirsten Gillibrand tornou-se sobretudo conhecida pela luta contra o assédio sexual, nomeadamente nas forças armadas, antes do surgimento do movimento #MeToo, que apoia.

Defende uma sociedade mais igualitária, com um sistema de saúde que seja um direito e não um privilégio e uma melhor educação pública.

Quinze candidatos já se lançaram na corrida pela nomeação democrata para as próximas presidenciais, mostrando uma diversidade sem precedentes com um número recorde de mulheres e vários originários de minorias.

 

Recomendadas

Contactos entre Nações Unidas e Maputo estão a decorrer, diz Santos Silva

O chefe da diplomacia portuguesa confirmou hoje, sexta-feira, que estão a decorrer contactos entre o Escritório das Nações Unidas Contra o Terrorismo e as autoridades de Maputo sobre a situação em Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

Primeiro-ministro israelita e príncipe herdeiro dos Emirados marcam encontro

Naftali Bennett falou com Mohammed Bin Zayed al Nahyan e os líderes concordam num encontro no futuro – no que pode ser mais um importante acontecimento no âmbito da normalização das relações entre o Estado hebraico e o mundo islâmico. Marrocos vem a seguir.

CPLP: Acordo de Mobilidade vai ao Parlamento “nas primeiras semanas de setembro”

O novo Acordo de Mobilidade assinado no passado fim-de-semana na cimeira da CPLP em Luanda vai ser apresentado para ratificação por parte de Portugal o mais brevemente possível, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros.
Comentários