Novo plano de estímulos económicos anima Wall Street

O pacote de estímulos, no valor de 2,4 biliões de dólares, tem várias ajudas, incluindo benefícios para os desempregados, pagamentos diretos e medidas de apoio às pequenas e médias empresas.

A trader wears glasses that say “2017” ahead of the new year on the floor of the New York Stock Exchange (NYSE) in Manhattan, New York City, U.S., December 30, 2016. REUTERS/Stephen Yang

A bolsa de Nova Iorque encerrou esta segunda-feira em terreno positivo. O sentimento do mercado foi impulsionado pelas declarações da ‘speaker’ da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, que, na véspera, disse que o Partido Democrata está a trabalhar num novo pacote de estímulos económicos de 2,4 biliões de dólares.

Em agosto, as negociações entre a ala democrata e a administração de Donald Trump não chegaram a bom porto, mas o secretário de Estado do Tesouro, Steven Mnuchin, disse que já foram reiniciadas.

O pacote tem várias ajudas, incluindo benefícios para os desempregados, pagamentos diretos e medidas de apoio às pequenas e médias empresas.

Os índices beneficiaram deste ambiente e o industrial Dow Jones valorizou 1,51%, para 27.584,06 pontos; o S&P 500 avançou 1,66%, para 3.353,10 pontos; e o Nasdaq ganhou 1,87%, para 11.117,52 pontos.

O setor bancário beneficiou com as declarações de Nancy Pelosi. O JPMorgan Chase, o Cititgroup e o BoFA subiram mais de 3%.

Destaque para a valorização das companhias aéreas, com a Delta Air Lines e a United AirLines a subiram mais 6%. As notícias que deram conta que os pilotos da united aceitaram reduzir as horas de trabalho para evitar o despedimento foram bem recebidas pelo mercado.

Na tecnologia, os ‘pesos-pesados’  — Apple, Amazon, Alphabet, dona da Google, e Facebook — encerram a sessão em alta. Destaque para a subida de 3,19% da Uber depois de ter conseguir licença para operar em Londres na sequência do recurso contra uma decisão da autoridade de transportes da capital de Inglaterra.

Nas matérias-primas, o Brent avança 1,04%, para 42,85 dólares e, nos Estados Unidos, o West Texas Intermediate sobe 0,82%, para 40,58 dólares.

Ler mais

Relacionadas

‘Luz verde’ em Londres para a Uber anima investidores em Wall Street

O generalista S&P500 avança 1,49% para os 3.346,73 pontos, o industrial Dow Jones ganha 1,61% para os 27.611,82 pontos e o Nasdaq sobe 1,37% para os 11.063,06 pontos.

Wall Street fecha semana no ‘verde’ à boleia das tecnológicas

Depois de uma semana difícil para os principais índices norte-americanos, os três fecharam esta sexta-feira com fortes valorizações. Investidores mostraram confiança nas ações das tecnológicas e deixaram para trás os temores dos efeitos da pandemia na economia.
Recomendadas

PSI 20 penalizado pelos prejuízos da Galp no arranque da sessão

O PSI 20 acompanha também a tendência das principais congéneres europeias, numa altura em que o número de infetados com o novo coronavírus continua a aumentar na Europa.

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

A semana será marcada pela discussão e votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2021. Os analistas e investidores estarão ainda atentos à reunião do Banco Central Europeu e aos sinais que chegam sobre a economia, através da publicação da estimativa rápida do PIB da zona euro, do terceiro trimestre.

Preço do petróleo mantém-se baixo para além de 2021, considera Banco Mundial

“Os preços do petróleo devem aumentar muito gradualmente face aos níveis atuais e chegar a uma média de 44 dólares em 2021, subindo face aos estimados 41 dólares por barril este ano, num contexto de uma recuperação lenta da procura e um abrandamento nas restrições à oferta”, lê-se no relatório sobre a evolução das matérias-primas.
Comentários