EUA: Fortes números do emprego em fevereiro deixam antever aceleração da recuperação laboral nos próximos meses

O crescimento do emprego norte-americano, bem acima das expectativas do mercado, e as projeções para as contas nacionais trimestrais da economia mais afetada pela Covid-19 deixam adivinhar uma recuperação mais rápida e vigorosa a partir de agora, dada a evolução da pandemia no território.

Com mais 379 mil empregos criados em fevereiro e atualizações às observações de dezembro e janeiro que mostram mais 38 mil postos de trabalho adicionados à economia norte-americana do que inicialmente reportado neste período, a recuperação do mercado laboral na economia mais afetada pela Covid-19 no mundo parece finalmente ganhar ímpeto, como argumentam os analistas do Commerzbank e do ING.

“O forte relatório de criação de emprego de fevereiro é apenas o início”, afiança James Knightley, economista chefe internacional do banco ING, que prevê uma aceleração da recuperação económica a partir de agora.

“Os efeitos positivos atuais do fim da ordem de confinamento na Califórnia, a reabertura e expansão da restauração em várias cidades e o provável retomar da contratação depois das tempestades de inverno (em particular na construção) deverão impulsionar os números de março”, afirma, um processo que se irá replicando ao longo do país à medida que se desenrola a vacinação.

“Um fator decisivo foi que mais negócios puderam reabrir nos sectores da hospitalidade e lazer, um dos mais castigados pela pandemia, criando mais 335 mil postos de trabalho”, argumenta Christoph Balz, economista sénior do Commerzbank.

“No entanto, o pleno emprego pré-pandémico está ainda longe de ser atingido, apesar da taxa de desemprego ter caído para um mínimo desde o rebentar da crise de 6,2%”, recorda Balz. Na realidade, a taxa de participação nos EUA “caiu substancialmente no início da crise e, apesar da pequena recuperação no último verão, […] 4 milhões de pessoas saíram das estatísticas”.

“Se a taxa de participação fosse igual à de antes da pandemia, a taxa de desemprego seria 9,4%”, relembra.

Adicionalmente, os 5,3% apontados como crescimento dos salários em termos anuais também devem ser analisados com precaução, dadas as alterações à composição do mercado de trabalho norte-americano, como explica James Knightley.

“Dado que a maioria dos empregos perdidos durante a pandemia eram de baixos salários no sector dos serviços de consumo, como no retalho ou restauração, o facto de estes já não existirem aumenta o salário horário médio das pessoas que ainda estão a trabalhar. Poderá demorar meses até que tenhamos números reais do crescimento salarial”, esclarece o economista do banco holandês.

Ainda assim, os números dão esperança numa recuperação forte nos próximos meses, especialmente quando examinando também as projeções para o crescimento do PIB.

“Antecipamos que a economia cresça 6,5% este ano, pelo que terá de haver progressos substanciais ao nível laboral com pelo menos mais 4,5 milhões de postos de trabalho criados em 2021”, conclui Knightley.

Ler mais

Recomendadas

Itália: Draghi apresenta Plano de Recuperação esta sexta-feira

O plano conta com uma dotação de mais de 220 mil milhões de euros. O plano definitivo só será apresentado a 30 de abril e o governo quer resolver o problema de quem gere o quê. A questão determinou o fim do anterior governo liderado por Giuseppe Conte.

Contratos para obras públicas a partir de 5 milhões vão destinar 1% para obras de arte

“Prevê-se, como regra, que 1% do preço, em contratos de valor igual ou superior a cinco milhões de euros, seja aplicado em inclusão de obras de arte nas obras públicas objeto desses contratos”, acrescenta o comunicado do Conselho de Ministros.

PRR: Investimento em infraestruturas transfronteiriças reduzido para 65 milhões de euros

Na versão submetida a consulta pública, em 16 de fevereiro, o Governo previa um investimento global de 110 milhões de euros em infraestruturas rodoviárias para assegurar as ligações transfronteiriças entre Portugal e Espanha, que no documento final, entregue esta quinta-feira, foi reduzido para 65 milhões de euros.
Comentários