EUA poderão começar a administrar vacinas da Pfizer e da Moderna antes do Natal

O secretário de Estado da Saúde norte-americano, Alex Azar, disse esta segunda-feira que as vacinas da Pfizer e da Moderna poderão começar a ser administradas antes do Natal.

As vacinas contra a Covid-19 produzidas pela Pfizer/BioNTech e pela Moderna poderão estar disponíveis para toma nos Estados Unidos antes do Natal.

Segundo a agência “Reuters“, o secretário da Saúde norte-americano, Alex Azar, disse esta segunda-feira, em declarações à CBS, que “as vacinas poderão ser tomadas antes do Natal”.

Esta segunda-feira, a Moderna anunciou que já pediu a utilização de emergência da sua vacina contra o novo coronavírus.

A agência norte-americana FDA terá uma reunião com peritos no dia 10 de dezembro para avaliar a vacina da Pfizer que poderá ser aprovada, devendo iniciar-se o processo de distribuição dias depois.

Alex Azar explicou ainda que as vacinas serão distribuídas através dos canais de distribuição de vacinas, cabendo aos governadores dos estados norte-americanos definir os critérios de prioridade da vacinação.

Relacionadas

Farmacêutica Moderna submete pedido de aprovação da vacina aos reguladores

Esta pedido urgente por parte da farmacêutica surge depois de novos resultados que, de acordo com a Moderna, mostrou uma eficácia de 94%, dados que mostram consistência com os testes referentes à fase 3.

Marques Mendes diz que Portugal vai receber 22 milhões de doses de vacinas contra Covid-19

Luís Marques Mendes referir que, a partir de janeiro, o país deve começar a receber as primeiras doses da vacina e garante que “haverá vacinas para todos os portugueses” e que essa será “universal e gratuita para todos os portugueses”.

Moderna fornecerá dois milhões de vacinas adicionais contra Covid-19 ao Reino Unido

A empresa norte-americana de biotecnologia Moderna anunciou hoje que chegou a um acordo para fornecer dois milhões de doses adicionais de sua vacina contra o coronavírus ao Reino Unido, elevando o total para sete milhões.
Recomendadas

Covid-19 duplica incidência em Espanha e já provocou perto de 2.500 mortos em 2021

O número de infeções por Covid-19 duplicaram em Espanha, nos primeiros 15 dias de 2021, com mais 300 mil novos contágios e 2.477 mortes, segundo números das autoridades sanitárias.

Covid-19: Índia anuncia mais 175 mortes e 15 mil casos no dia em que arranca vacinação

A Índia registou 175 mortes por covid-19 e 15.158 casos nas últimas 24 horas, informaram hoje as autoridades indianas, no mesmo dia em que começou a campanha de vacinação naquele país, o segundo mais populoso do mundo.

Governo português assegura contacto com a Comissão sobre entregas da vacina da Pfizer

O Govrno português mostra-se atento ao processo de entrega das vacinas da Pfizer no continente europeu, depois do anúncio da farmacêutica de que iria disponibilizar menos vacinas à medida que aumenta a produção.
Comentários