EUA responsável por maior fatia do investimento direto estrangeiro na economia portuguesa em 2019, conclui AmCham

No Barómetro das Empresas Americanas, a AmCham sublinha o aprofundamento das relações comerciais entre os dois países, especialmente no setor vital para a economia nacional que é turismo, e do capital vindo do outro lado do Atlântico que foi investido em start-ups e tecnológicas.

As empresas americanas foram responsáveis por 993 milhões de euros investidos em Portugal entre 2014 e 2019, tendo criado 6.806 postos de trabalho, destaca a AmCham, a Câmara de Comércio Americana, no seu Barómetro das Empresas Americanas em Portugal.

Os EUA são, assim, a origem da maior fatia do investimento direto estrangeiro na economia nacional em 2019, com 26 projetos. A publicação destaca ainda o papel do capital americano no financiamento do ecossistema de start-ups português, onde representou 59% do capital de risco no setor.

Outro dos destaques é o crescimento do turismo, para o qual os EUA contribuíram fortemente. No ano passado, Portugal recebeu mais de 1,2 milhões de turistas norte-americanos, que se traduziram em 2,7 milhões de dormidas. Ambos os indicadores cresceram 23% relativamente ao ano anterior. Os EUA representam, assim, 7% das receitas totais do turismo português, sendo o quinto maior mercado emissor.

Em termos de trocas comerciais, verifica-se que, tanto as importações portuguesas aos EUA, como as exportações nacionais para o mercado americano cresceram nos últimos anos, ainda que a balança comercial se tenha mantido positiva para Portugal. O crescimento do destino turístico Portugal nos EUA está traduzido nos 19,8% de crescimento das exportações de serviços nacionais entre 2017 e 2019, enquanto que as importações de bens produzidos na América subiram 22,9%.

As empresas americanas presentes em Portugal, que chegam quase às mil entre 2016 e 2018, geraram um volume de negócio acima dos 9 mil milhões de euros, ou 4,5% do PIB. Além disso, foram também responsáveis por 0,6% do valor acrescentado bruto nacional em 2018, ou 1.041 milhões de euros.

Recomendadas

Corte nas reformas antecipadas aumenta para 15,5% em 2021

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), no triénio 2018-2020 a estimativa provisória da esperança de vida aos 65 anos “foi de 19,69 anos”.

Novo Banco: Costa critica partidos que aprovam “medidas que podem ameaçar a credibilidade internacional” do país

“Quero agradecer a todos aqueles que não desertaram”, disse hoje o primeiro-ministro elogiando o PAN, PCP, PEV, Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues por se terem abstido na votação do OE 2021.

Costa diz que Orçamento reforça o SNS, o apoio às famílias e às empresas

O primeiro-ministro reagiu hoje à aprovação do Orçamento do Estado para 2021 pelo Parlamento.
Comentários