Euribor mantêm-se a três e seis meses e sobem a 12 meses

As taxas Euribor mantiveram-se esta sexta-feira a três e seis meses e subiram 0,003 pontos a 12 meses em relação a quinta-feira.

As taxas Euribor mantiveram-se esta sexta-feira a três e seis meses e subiram 0,003 pontos a 12 meses em relação a quinta-feira.

A Euribor a três meses, em valores negativos desde 21 de abril de 2015, manteve-se hoje em -0,315%, um máximo de seis meses e contra o atual mínimo de sempre, de -0,332%, registado pela primeira vez em 10 de abril de 2017.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação e que entrou em terreno negativo pela primeira vez em 06 de novembro de 2015, também se manteve hoje, em -0,246%, atual máximo dos últimos seis meses e contra o atual mínimo de sempre, de -0,279%, registado pela primeira vez em 31 de janeiro de 2018.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor, que desceu para valores abaixo de zero pela primeira vez em 05 de fevereiro de 2015, foi hoje fixada em -0,137%, mais 0,003 pontos, um máximo de seis meses e contra o atual mínimo de sempre, de -0,194%, atingido pela primeira vez em 18 de dezembro de 2017.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Recomendadas

Quantas pessoas estão na praia? Esta app diz-lhe onde pode estender a toalha no verão

A aplicação Posso Ir vai dar informações sobre o nível de ocupação das praias, assim como sobre o nível de qualidade da água das praias, o histórico de ocupação, a existência de bandeira azul e vigilância, e as infraestruturas disponíveis.

Mais de 30% dos portugueses fará mais compras online depois do confinamento, diz estudo

Mais de 50% dos portugueses afirma ter realizado mais compras online durante o confinamento, consolidando o boom do eCommerce e contribuindo para a reinvenção do comércio tradicional. Uma tendência que parece ter vindo para ficar depois do confinamento, , com 32% dos portugueses afirmou que planeia fazer as suas compras de forma online com mais frequência do que antes, revela “Estudo MARCO: Hábitos de Consumo Pós Covid-19”.

Veja aqui a chave vencedora do Euromilhões

Em jogo está um prémio de 17 milhões de euros.
Comentários